Guia Passo a Passo para Redigir um Modelo de Currículo Japonês

Dominar a arte de elaborar um currículo em japonês pode ser um diferencial importante para quem busca oportunidades de trabalho no Japão. O mercado de trabalho japonês, caracterizado por sua valorização de experiências profissionais concretas e atenção aos detalhes, exige uma abordagem única na criação de um currículo. Quais são as melhores práticas para redigir um currículo em japonês? Como se destacar em um mercado que valoriza tanto a precisão e a concisão? De que forma a cultura japonesa influencia na apresentação de suas habilidades e experiências?
Formato :
Word (Microsoft)
Tamanho :
A4
Personalizável :
Yes

Neste artigo, você será orientado passo a passo sobre como elaborar um currículo perfeito em japonês, direcionado para o mercado de trabalho japonês. A necessidade de redigir um currículo em japonês é indispensável ao se candidatar a uma vaga no Japão, pois além de demonstrar seu respeito e conhecimento da língua e cultura local, isso também aumenta suas chances de ser selecionado, pois facilita a compreensão dos seus dados profissionais e acadêmicos pelos recrutadores japoneses.

Capítulo 2: Apresentando um Exemplo de Currículo em Japonês

履歴書

氏名:田中 影子 (たなか かげこ)

生年月日:1990年6月30日

性別:女性

住所:東京都新宿区1-1-1

連絡先:090-1234-5678

メールアドレス:tanaka.kageko@example.com

学歴:

2009年3月 - 東京都立新宿高等学校卒業

2013年3月 - 東京大学法学部卒業

職歴:

2013年4月 - 2018年3月:株式会社ABC 調達部門

2018年4月 - 現在:株式会社XYZ 調達マネージャー

スキル:英語 (TOEIC 850), プレゼンテーション, チームマネージメント

資格:日本語教育能力検定試験合格、ビジネスマネージャー

自己PR:私は強いコミュニケーション力と高レベルの問題解決能力を持つ調達マネージャーです。私のキャリアの中で、私は常にチームと協力して課題を解決し、効率的なシステムを開発してきました。私は新しいチャレンジを求めており、新たな環境でスキルを活かすことを楽しみにしています。

参考人:株式会社XYZ 総務部長 山田太郎(tel: 03-1234-5678)


Como Escrever um Currículo em Japonês: Frases Úteis e Tradução

No texto a seguir, você encontrará uma lista de termos úteis para a redação de um currículo em japonês. Saber o significado desses termos e como usá-los pode ser muito útil ao criar um currículo em japonês, especialmente se você está em busca de trabalho no Japão. Aqui estão alguns dos termos mais importantes e suas respectivas traduções para o japonês:

  • Estrutura do currículo: レジュメの構造 (Rejume no kouzou)
  • Formatação do currículo: レジュメの書式 (Rejume no shoshiki)
  • Educação: 教育 (Kyouiku)
  • Habilidades: スキル (Sukiru)
  • Estágio: インターンシップ (Inta-nshippu)
  • Experiência profissional: 職歴 (Shokureki)
  • Informações de contato: 連絡先情報 (Renraku-saki jouhou)
  • Objetivo profissional: 職業目標 (Shokugyou mokuhyou)
  • Referências: 参考 (Sankou)

Cada um desses termos tem um papel específico na elaboração do seu currículo e compreender seu uso adequado pode aumentar suas chances de ser notado por empregadores potenciais. Esperamos que essa lista seja útil para você.

Gramática Útil para Escrever um Currículo em Japonês

A escrita de um currículo em japonês requer a compreensão de vários aspectos gramaticais e de estilo. O primeiro é o uso da forma "keigo" (linguagem respeitosa), que é um conjunto de formas verbais e honoríficos usados para mostrar respeito. Você deve se referir a si mesmo em terceira pessoa, usando o seu próprio nome em vez de pronomes pessoais. Por exemplo, ao invés de dizer "Eu me formei na universidade X" (私はX大学を卒業しました), você diria "Tanaka-san se formou na universidade X" (田中さんはX大学を卒業しました), substituindo "Tanaka-san" pelo seu próprio nome.

Quanto à conjugação verbal e ao tempo verbal, é comum usar a forma passada neutra para descrever experiências e realizações anteriores. Por exemplo, "Trabalhei na empresa Y por cinco anos" seria "田中さんはY社で5年間働きました". No entanto, ao descrever habilidades, você pode usar a forma presente. Por exemplo, "Eu posso falar inglês fluentemente" seria "田中さんは英語を流暢に話すことができます". Lembre-se também que a escrita deve ser feita em forma vertical, de cima para baixo e da direita para a esquerda, o que é a norma para documentos formais no Japão.

A Importância da Estrutura e Formatação ao Escrever um Currículo em Japonês

Um currículo bem estruturado é uma ferramenta vital para qualquer profissional que busca uma carreira de sucesso no competitivo mercado de trabalho japonês. A estrutura e o layout de um currículo podem fazer toda a diferença quando o objetivo é se destacar entre uma multidão de candidatos. No contexto japonês, um currículo bem organizado não apenas expressa profissionalismo, mas também reflete respeito e consideração pelo tempo do empregador.

A estrutura do currículo deve ser projetada de maneira que facilite a compreensão rápida e clara das informações mais relevantes sobre o candidato. Esta abordagem é particularmente essencial no Japão, onde a precisão e a eficiência são altamente valorizadas. Através de um layout estratégico, o candidato pode demonstrar suas habilidades de organização e atenção aos detalhes, atributos frequentemente buscados pelos empregadores japoneses.

O desafio de criar um currículo bem estruturado pode parecer intimidante inicialmente, mas é uma tarefa que pode ser superada com dedicação e cuidado. Lembre-se, um currículo eficaz é o primeiro passo para alcançar seus objetivos de carreira no Japão. Portanto, é vital investir tempo e esforço para criar um documento que represente adequadamente suas habilidades, experiências e aspirações profissionais.

Além do modelo de currículo em japonês, temos outros modelos que você pode querer verificar.


Dominando a Arte de Escrever um Currículo em Japonês: A Importância da Formatação Correta

  • Fontes: Opte por fontes limpas e facilmente legíveis, como a MS Gothic ou a MS Mincho. Essas são as mais utilizadas no Japão e são conhecidas por sua clareza e facilidade de leitura, características essenciais para um currículo.
  • Formato: O formato tradicional de um currículo japonês é o A3 dobrado ao meio. Isto porque o japonês é escrito verticalmente e de cima para baixo. No entanto, com a crescente digitalização, o formato A4 em orientação retrato também é aceitável.
  • Margens: Manter margens generosas de cerca de 2,5 cm em todos os lados é aconselhável. Isso não apenas proporciona uma aparência limpa e organizada, mas também facilita a leitura.
  • Marcadores: Usar marcadores para destacar informações importantes é uma boa prática. No entanto, em um currículo japonês, é comum usar pequenos círculos ou quadrados em vez de marcadores de pontos.
  • Separadores: No Japão, são usadas linhas horizontais para separar seções em um currículo. Isso ajuda a organizar as informações de forma clara e lógica.
  • Dica: Mantenha o design simples e limpo. No Japão, currículos com muito enfeite ou cores chamativas podem ser vistos como pouco profissionais. Um currículo bem feito deve ser direto e fácil de entender, focando na clareza das informações.

Dominando a Arte: Como Escrever um Currículo Eficaz em Japonês

Ao escrever um currículo no Japão, é importante atentar-se à estrutura e às seções principais, que diferem um pouco das versões ocidentais. Aqui estão as partes essenciais de um currículo japonês:

  • Informações Pessoais: Esta é a primeira seção, onde você deve incluir seu nome, data de nascimento, endereço e informações de contato. No Japão, também é comum adicionar uma foto profissional.
  • Histórico Acadêmico e Profissional: Nesta seção, você deve incluir detalhes sobre sua educação e experiência profissional. É importante começar do mais antigo ao mais recente, uma prática comum no Japão.
  • Certificações e Habilidades: Aqui, você deve mencionar quaisquer certificados ou qualificações que possua, além de habilidades relevantes para o cargo pretendido. Por exemplo, se você está se candidatando a um cargo de engenharia, pode incluir certificações em softwares específicos.
  • Motivações e Objetivos: Esta seção é um pouco única para os currículos japoneses. Aqui, você deve descrever por que deseja o cargo e quais são seus objetivos futuros. Por exemplo, se você está se candidatando a um cargo em uma empresa de tecnologia, pode explicar como deseja contribuir para o avanço tecnológico da empresa.
  • Referências: Embora não seja obrigatório, é comum no Japão incluir referências no currículo. Certifique-se de incluir o nome, o cargo e as informações de contato de cada referência.

Organize estas seções de forma eficaz, dando ênfase a pontos que destacam sua adequação para a vaga pretendida.

Dominando o Cabeçalho: O Primeiro Passo para um Currículo Impecável em Japonês

A importância do cabeçalho de um currículo em japonês é inegável, pois ele deve estar claramente visível e conter todas as informações de contato.

Para fazer um cabeçalho eficaz, siga as seguintes instruções:

Comece por escrever o seu sobrenome e depois o seu primeiro nome. No Japão, é costume colocar o sobrenome antes do nome, uma prática que se reflete também na elaboração de currículos.

Em seguida, indique a sua profissão e a disciplina ou área de especialização. Certifique-se de que estas informações são precisas e relevantes para o trabalho a que se está a candidatar.

O próximo passo é fornecer o seu endereço para correspondência. Este deve ser completo e correto, pois é uma das principais formas pelas quais os empregadores entrarão em contato com você.

Posteriormente, inclua o seu número de telefone. Novamente, é importante que este seja um número atual e preciso, pois pode ser o meio preferido de comunicação para alguns empregadores.

Finalmente, adicione o seu endereço de email. Este deve ser profissional e adequado para uso no ambiente de trabalho. Evite endereços de email informais ou que possam dar uma impressão negativa.

Com um cabeçalho bem estruturado, o seu currículo em japonês será mais eficaz e terá uma maior probabilidade de ser notado pelos empregadores.

佐藤 太郎

システムエンジニア / IT技術者

〒123-4567 東京都中央区日本橋1-1-1

電話:03-1234-5678

メール:sato.taro@example.com


O Papel Crucial da Fotografia no Seu Currículo Japonês: Como Fazer a Escolha Certa

No mercado de trabalho japonês, é comum e muitas vezes esperado que os candidatos incluam uma foto em seu currículo. Isso é parte da cultura de negócios japonesa, onde a apresentação visual é considerada importante. A foto ajuda os empregadores a ter uma primeira impressão do candidato antes mesmo da entrevista.

Deve-se notar que a foto do currículo deve ser uma foto profissional, tirada em um estúdio, se possível. Selfies ou fotos informais não são consideradas apropriadas. A foto deve ser recente, de alta qualidade e em cores. O candidato deve aparecer sozinho, olhando diretamente para a câmera, com um fundo neutro e claro.

O tamanho padrão da foto do currículo no Japão é de 4 cm de largura por 3 cm de altura. O candidato deve estar vestido de maneira profissional, com um sorriso discreto. Para os homens, terno e gravata são o padrão, enquanto para as mulheres, um look profissional adequado é esperado.

A foto deve ser colada no canto superior direito do currículo. A moldura não é necessária, mas a foto não deve estar cortada ou dobrada.

No entanto, vale ressaltar que em alguns setores, particularmente aqueles com empresas mais internacionais ou modernas, a inclusão de uma foto pode não ser necessária ou até mesmo desencorajada, já que pode potencialmente levar a práticas de discriminação. Portanto, é sempre aconselhável verificar as normas específicas da empresa ou do setor para o qual você está se candidatando.

A Importância da Experiência no Currículo para o Mercado de Trabalho Japonês

Como Descrever Experiências Anteriores em Seu Currículo em Japonês para o Mercado de Trabalho

A seção de experiência profissional do currículo é de suma importância, especialmente para um trabalho onde a língua exigida é o japonês. Esta parte do currículo serve como um espelho de suas habilidades e competências, demonstrando a sua capacidade de se adaptar ao ambiente de trabalho japonês, que é notoriamente rigoroso e disciplinado.

• Ordem Cronológica: Inicie sempre pelo seu emprego mais recente. Este formato é muito apreciado pelos recrutadores japoneses, pois fornece uma visão clara de sua trajetória profissional e crescimento.

• Datas do Contrato: É essencial mencionar as datas exatas de início e fim de cada experiência de trabalho. No Japão, é comum que os contratos sejam de longo prazo, portanto, um histórico estável é valorizado.

• Cargo: Indique seu cargo em cada empresa em que trabalhou. Use títulos claros e concisos que refletem suas responsabilidades durante esse período.

• Lista com Marcadores: Use marcadores para listar as suas principais responsabilidades e conquistas em cada cargo. Isso facilita a leitura e compreensão por parte do recrutador.

• Descrição do Cargo: Elabore uma descrição concisa, porém detalhada, de cada função que exerceu. Isso demonstra seu entendimento sobre seus deveres passados e a relevância de suas experiências para a vaga pretendida.

• Uso de Palavras-chave: Utilize palavras-chave que sejam relevantes para a vaga desejada. Em um ambiente de trabalho japonês, habilidades como 'responsabilidade', 'trabalho em equipe' e 'disciplina' são altamente valorizadas.

職歴:

役職:ソフトウェア開発者

雇用者: 株式会社ソフトウェアワールド

期間: 2017年4月 - 2021年3月

職務内容:

  • ソフトウェアの設計と開発
  • チームとの協力して問題解決
  • クライアントとのコミュニケーションと要求の理解
  • ソフトウェアのテストとデバッグ
  • プロジェクトのタイムライン管理と予算管理

Lidando com a Ausência de Experiência ao Escrever um Currículo em Japonês

Preencher um currículo em japonês pode parecer intimidante, especialmente sem nenhuma experiência. Ainda assim, há estratégias eficazes que podem ser usadas para facilitar o processo. As seguintes dicas irão ajudá-lo a criar um currículo impressionante, mesmo que esteja apenas começando.

  1. 【基本情報】Informações Básicas: Inclua seu nome, data de nascimento, endereço e contato.
  2. 【学歴】Educação: Liste suas qualificações educacionais, incluindo escola secundária e universidade.
  3. 【語学力】Habilidades Linguísticas: Mencione quaisquer habilidades linguísticas que você possa ter, especialmente se você puder falar japonês.
  4. 【スキル・資格】Habilidades e Certificados: Liste quaisquer habilidades relevantes ou certificados que você possa ter, como conhecimento em informática, certificado em primeiros socorros, etc.
  5. 【趣味・特技】Hobbies e Especialidade: Compartilhe seus hobbies e qualquer coisa em que você seja especialmente bom. Isso pode dar ao empregador uma ideia de sua personalidade e como você poderia se encaixar na equipe.
  6. 【自己PR】Auto Promoção: Esta é a sua chance de vender a si mesmo. Descreva suas forças, o que você pode trazer para a empresa e por que você é a melhor escolha para o trabalho.
  7. 【志望動機】Motivação para Solicitar: Explicite porque você está interessado na vaga e como ela se alinha com suas aspirações de carreira.
  8. 【海外経験】Experiência no Exterior: Mesmo que você não tenha experiência de trabalho, experiências de viagem ou estudo no exterior podem ser valiosas. Elas demonstram que você é adaptável e tem a capacidade de se comunicar com pessoas de diferentes culturas.
  9. 【ボランティア経験】Experiência Voluntária: Se você tiver experiência voluntária, inclua isso também. Isso mostra que você é uma pessoa que se preocupa com a comunidade e pode trabalhar bem em equipe.
  10. 【参加したセミナーや研修】Seminários e Treinamentos Participados: Essa informação pode ajudar a mostrar que você está comprometido com o aprendizado contínuo e o desenvolvimento pessoal.
  11. 【人物参照】Referências: Se possível, forneça referências de professores ou outras pessoas que possam falar positivamente sobre você e suas habilidades.

A Importância da Formação Educacional ao Escrever um Currículo em Japonês

A seção de formação educacional em um currículo em japonês, conhecida como "学歴" (Gakureki), desempenha um papel vital na apresentação de um candidato a um empregador. No Japão, a formação acadêmica é frequentemente vista como um reflexo do caráter e potencial de um indivíduo. Portanto, essa seção não apenas destaca o nível de educação formal que o candidato alcançou, mas também oferece uma visão de sua dedicação, perseverança e capacidade de cumprir metas de longo prazo.

Além disso, muitas empresas no Japão dão grande peso aos detalhes da formação educacional, como a reputação da instituição de ensino e a área de estudo. Elas tendem a usar essas informações para avaliar a competência técnica e a adequação do candidato ao cargo. Portanto, uma seção de formação educacional bem elaborada pode aumentar significativamente as chances de um candidato ser considerado para uma entrevista ou mesmo para uma oferta de emprego.

Priorizando a Formação Educacional no Currículo em Japonês: Qual Informação Deve Vir Primeiro?

No currículo japonês, geralmente conhecido como 'Rirekisho', a formação educacional não necessariamente aparece em primeiro lugar. Tradicionalmente, após a seção de informações pessoais, segue-se a história do emprego, começando com a experiência de trabalho mais recente. A razão para isso é que os recrutadores japoneses tendem a dar mais importância à experiência prática de trabalho do que à educação formal. Para eles, a experiência de trabalho do candidato, especialmente em um campo relacionado, é geralmente um indicador mais forte de suas habilidades e competências.

Por exemplo, se um candidato tem vasta experiência trabalhando em empresas de TI em Tóquio, isso será mais valorizado do que um diploma de ciência da computação de uma universidade estrangeira. Isso ocorre porque a experiência de trabalho mostra não apenas o conhecimento técnico, mas também a capacidade de aplicar esse conhecimento na prática, bem como habilidades interpessoais e de comunicação, que são altamente valorizadas no ambiente de trabalho japonês.

No entanto, existem casos em que a formação educacional pode ser colocada em primeiro lugar. Um exemplo seria se o candidato é um recém-formado sem experiência de trabalho significativa. Nesse caso, a educação seria a realização mais relevante do candidato e, portanto, deve ser destacada. Além disso, se o candidato possui um grau avançado de uma instituição prestigiosa, como a Universidade de Tóquio ou a Universidade de Kyoto, isso pode ser um ponto de venda forte e, portanto, pode justificar a colocação da educação em primeiro lugar.

教育歴:

  • 2014年4月 - 2018年3月: 東京大学 工学部 物理工学科 卒業
  • 2018年4月 - 2020年3月: 東京大学 大学院 工学系研究科 物理工学専攻 修了
  • 2020年4月 - 現在: 東京大学 大学院 工学系研究科 博士課程在籍中

資格・スキル:

  • 英語: ビジネスレベル (TOEIC 850点)
  • Python, Java, C++のプログラミング経験
  • データ分析と機械学習の知識

受賞歴:

  • 2019年: 東京大学大学院 優秀研究賞
  • 2018年: 日本物理学会 学生賞

A Importância das Habilidades no Currículo Japonês

As competências em um currículo em japonês são de extrema importância para qualquer candidato que esteja buscando uma oportunidade de trabalho no Japão. O país valoriza muito a precisão e a atenção aos detalhes, portanto, um currículo bem elaborado e escrito de maneira correta em japonês mostra ao empregador que o candidato possui essas características. Além disso, o conhecimento da língua e da cultura japonesa é altamente valorizado, pois demonstra o comprometimento e a disposição do candidato em se adaptar ao ambiente de trabalho do país.

No mercado de trabalho japonês, os recrutadores procuram candidatos que sejam responsáveis, comprometidos e que possuam habilidades técnicas relevantes para a vaga. Além disso, a capacidade de trabalhar em equipe, a resiliência e a disposição para aprender são qualidades muito valorizadas. O respeito à hierarquia e a etiqueta no ambiente de trabalho também são aspectos importantes na cultura japonesa, portanto, os recrutadores buscam candidatos que demonstrem essas características em seu comportamento e em seu currículo.

A seguir, apresentaremos uma lista de exemplos de habilidades interpessoais e técnicas que podem ser extremamente úteis ao elaborar o seu currículo em Japonês.

Habilidades interpessoais:

  1. Boa comunicação - 良いコミュニケーション
  2. Trabalho em equipe - チームワーク
  3. Resolução de conflitos - 紛争解決
  4. Liderança - リーダーシップ
  5. Empatia - 共感
  6. Gestão do tempo - 時間管理
  7. Pensamento crítico - 批判的思考
  8. Adaptabilidade - 適応性
  9. Negociação - 交渉
  10. Motivação - モチベーション

Habilidades técnicas:

  1. Conhecimento em informática - コンピューター知識
  2. Competência em programação - プログラミング能力
  3. Gestão de projetos - プロジェクト管理
  4. Análise de dados - データ分析
  5. Marketing digital - デジタルマーケティング
  6. Design gráfico - グラフィックデザイン
  7. SEO - SEO
  8. Domínio de idiomas estrangeiros - 外国語のスキル
  9. Redação técnica - テクニカルライティング
  10. Experiência com CRM - CRM経験

Seções Adicionais para Enriquecer seu Currículo em Japonês

  1. "Idiomas": Esta seção é crucial em um currículo, especialmente se você está se candidatando a uma vaga que exige proficiência em um ou mais idiomas. No Japão, onde a língua inglesa é muito valorizada no mundo dos negócios, destacar sua proficiência em inglês (ou qualquer outro idioma) pode dar-lhe uma vantagem competitiva. Além disso, demonstrar habilidades linguísticas pode indicar uma capacidade de se adaptar a diferentes ambientes culturais e uma disposição para aprender.
  2. "Ferramentas de Informática": Nesta era digital, a competência em ferramentas de informática é quase uma exigência em muitos campos de trabalho. Demonstrar proficiência em várias ferramentas de software (como o pacote Microsoft Office, Adobe Creative Suite, software de programação etc.) pode mostrar ao empregador que você é tecnicamente competente, capaz de se adaptar a novas tecnologias e tem a habilidade de aprender novas ferramentas conforme necessário.

Idiomas: Listar os idiomas que você fala e o nível de proficiência em cada um pode demonstrar sua capacidade de se comunicar efetivamente em diferentes contextos. No caso de empresas multinacionais ou posições que exigem constante interação com pessoas de diferentes nacionalidades, ter proficiência em vários idiomas é uma grande vantagem. Além disso, a aprendizagem de idiomas requer disciplina e dedicação, traços apreciados pelos empregadores.

Ferramentas de Informática: A seção de Ferramentas de Informática do seu currículo deve destacar todas as habilidades técnicas que você possui. Isso pode incluir desde conhecimento básico em softwares de escritório, como Word ou Excel, até habilidades avançadas em programação ou design gráfico. A inclusão desta seção mostra que você é um profissional atualizado com as últimas tendências tecnológicas e que é capaz de utilizar essas ferramentas para aumentar a eficiência e a produtividade no local de trabalho.

Melhorando Seu Currículo em Japonês: Dicas e Estratégias Essenciais

Melhorar o seu currículo em japonês pode ser uma tarefa desafiadora, mas essencial para se destacar no competitivo mercado de trabalho no Japão. Aqui estão algumas dicas práticas para ajudá-lo a alcançar esse objetivo:

  1. Conheça o formato de currículo japonês: No Japão, é comum usar o "Rirekisho", um formato de currículo específico que inclui informações pessoais, histórico de educação e emprego. Pesquise e familiarize-se com este formato.
  2. Seja conciso e direto ao ponto: Os empregadores japoneses valorizam a concisão. Tente manter o seu currículo em uma página, se possível, e evite usar frases e parágrafos longos.
  3. Use Keigo (linguagem honorífica): No Japão, é importante usar a linguagem formal e respeitosa em um currículo. Isso mostra a sua compreensão da cultura e etiqueta japonesa.
  4. Especifique suas habilidades de idioma: Se você é fluente em japonês, certifique-se de mencioná-lo em seu currículo. Se possível, inclua o nível do Teste de Proficiência em Japonês (JLPT) que você passou.
  5. Inclua experiência de trabalho relevante no Japão: Se você já trabalhou no Japão antes, isso pode ser um ponto forte. Os empregadores japoneses valorizam a experiência de trabalho local.
  6. Evite erros de gramática e ortografia: Certifique-se de que o seu currículo está livre de erros. Isso mostra a sua atenção aos detalhes, uma qualidade apreciada pelos empregadores japoneses.
  7. Personalize seu currículo para a posição: Tente adaptar o seu currículo para cada vaga de emprego. Isso pode incluir a alteração do objetivo do currículo para corresponder à posição ou destacar habilidades e experiências relevantes.
  8. Anexe uma foto: No Japão, é comum anexar uma foto ao seu currículo. Certifique-se de que é uma foto profissional e adequada.

Como Escrever um Currículo em Japonês: Elementos-Chave para um Documento de Sucesso

Em suma, criar um currículo em japonês requer atenção a certos pontos-chave que podem diferir das práticas ocidentais. Compreender essas diferenças culturais e lingüísticas pode aumentar suas chances de conseguir um emprego no Japão. Aqui estão algumas dicas importantes a serem lembradas ao escrever um currículo em japonês:

  1. Formato: Use o formato tradicional japonês para currículo, chamado Rirekisho. É um formulário de duas páginas geralmente vendido em lojas de papelaria no Japão, mas modelos também podem ser baixados da internet.
  2. Foto: Inclua uma foto profissional recente. Isto é obrigatório em currículos japoneses.
  3. Informações pessoais: Forneça informações pessoais detalhadas, como idade, gênero e estado civil, que são normalmente incluídas em currículos japoneses.
  4. Experiência de trabalho: Liste suas experiências de trabalho em ordem cronológica inversa, começando pela mais recente.
  5. Educação: Semelhante à seção de experiência de trabalho, liste sua educação em ordem cronológica inversa.
  6. Habilidades e qualificações: Inclua quaisquer habilidades linguísticas ou qualificações relevantes para o trabalho. Se você tem um certificado de proficiência em japonês (JLPT), certifique-se de mencioná-lo.
  7. Motivação: Alguns currículos japoneses incluem uma seção de "razões para aplicar". Use esta oportunidade para expressar por que você está interessado na vaga e como pode contribuir para a empresa.
  8. Caneta preta: Quando preencher manualmente seu currículo, use sempre uma caneta preta. Isto é visto como mais profissional no Japão.

Lembre-se, a chave para um bom currículo está em adaptar-se às expectativas culturais do local onde você está aplicando. Boa sorte!

Guia Passo-a-Passo: Como Escrever um Currículo e Carta de Apresentação em Japonês

Ao se candidatar a um emprego no Japão, é muito importante anexar uma carta de apresentação ao seu currículo em língua japonesa. Esta carta é uma oportunidade de você se destacar e expressar suas habilidades, experiências e motivações de uma maneira mais pessoal e aprofundada do que o currículo permite. Para os recrutadores japoneses, a carta de apresentação é uma forma de conhecer melhor o candidato, sua personalidade, seus valores e suas aspirações profissionais. Além disso, uma carta bem escrita em japonês demonstra respeito pela cultura do país e mostra que você está realmente comprometido em se integrar ao ambiente de trabalho japonês. Portanto, nunca subestime a importância de uma carta de apresentação bem elaborada.

Perguntas Frequentes Sobre Como Escrever um Currículo em Japonês e Candidatar-se a um Emprego

Pergunta: Como se estrutura um currículo japonês?

Resposta: Um currículo japonês, também conhecido como Rirekisho, segue um formato específico que é um pouco diferente dos currículos ocidentais. Normalmente, é um documento de duas páginas que inclui informações detalhadas sobre a educação e experiência de trabalho do candidato. A primeira página começa com detalhes pessoais, como nome, data de nascimento e contato. Na segunda página, o candidato lista sua experiência de trabalho e educação, começando do mais recente e voltando no tempo.

Pergunta: O que é uma foto de currículo no Japonês?

Resposta: No Japão, é comum incluir uma foto 3x4 no currículo. A foto deve ser formal, com o candidato vestindo roupas de negócios e mostrando uma expressão neutra. A foto é geralmente colada no canto superior direito do currículo.

Pergunta: O que é a seção "Jiko PR" em um currículo japonês?

Resposta: "Jiko PR" é uma seção única em currículos japoneses onde os candidatos são encorajados a se promover. É semelhante à seção de objetivos de carreira em um currículo ocidental, onde o candidato pode expressar suas habilidades, experiências e objetivos futuros. No entanto, ao contrário dos currículos ocidentais, a seção "Jiko PR" deve ser escrita de maneira humilde, focando mais na contribuição que o candidato pode dar para a empresa, em vez de suas próprias realizações.

Crie seu currículo com os melhores modelos

This is some text inside of a div block.

What’s a Rich Text element?

The rich text element allows you to create and format headings, paragraphs, blockquotes, images, and video all in one place instead of having to add and format them individually. Just double-click and easily create content.

Static and dynamic content editing

A rich text element can be used with static or dynamic content. For static content, just drop it into any page and begin editing. For dynamic content, add a rich text field to any collection and then connect a rich text element to that field in the settings panel. Voila!

How to customize formatting for each rich text

Headings, paragraphs, blockquotes, figures, images, and figure captions can all be styled after a class is added to the rich text element using the "When inside of" nested selector system.

Crie o seu currículo em 15 minutos

A nossa coleção gratuita de modelos de currículo, projetados por especialistas, irá ajudá-lo a destacar-se da multidão e a ficar mais próximo de alcançar o seu emprego de sonho.

Crie o seu currículo