Como colocar formação acadêmica no currículo | Dicas, modelos e exemplos

Durante um processo seletivo, o mercado exige que você tenha qualificações para conseguir assumir a vaga de trabalho. Entre elas, é preciso saber como colocar formação acadêmica no currículo para mostrar sua capacitação para o cargo que deseja.

Classificação média para este modelo

5
Rated 5 out of 5
De 1 opiniões de clientes

Apesar de parecer uma tarefa fácil, incluir uma formação acadêmica no currículo não é apenas colocar informações complementares e pronto. Essa seção é importante e exige a atenção necessária para garantir que você se destaque entre os candidatos.

Então, se você perceber que não sabe a forma correta de adicionar seus níveis de educação ao CV, aqui é o melhor lugar para aprender. Afinal, separamos um guia completo para te mostrar como, onde e quais qualificações inserir no documento profissional, aproveite.

O que é formação acadêmica do currículo e qual a importância?

Antes de começar a incluir esses dados em seu documento profissional, é importante saber o que é formação acadêmica no currículo. Essa seção mostra tudo o que você já realizou dentro da área de educação: educação básica, cursos livres, cursos técnicos, graduação e pós-graduações.

👉 Assim, mostra ao recrutador sua qualificação técnica e teórica, a formação que um candidato possui em determinada área.

Confira alguns pontos importantes da formação acadêmica para um currículo e como ela pode ajudar a conseguir mais chances de contratação:

  • Exigência para algumas vagas no mercado de trabalho;
  • Mostra atualização do profissional em sua área;
  • Domínio de qualificação técnica para o cargo;
  • Capacitação e adaptação para as demandas do mercado.

Ou seja, quando você informa sua formação acadêmica, além de mostrar que está apto a assumir um cargo, também pode passar um perfil profissional de atualização dos conhecimentos. Com isso, se torna uma pessoa mais valiosa para as empresas.

Então, agora que você já sabe o que significa formação acadêmica no currículo, que tal entender como adicionar essas qualificações ao documento? Confira a forma correta nos próximos tópicos.

Como colocar no currículo a formação acadêmica? Exemplo

Muitos profissionais até sabem o que colocar no currículo formação acadêmica, mas a dificuldade é como incluir esses dados. Afinal, existem vários tipos diferentes de cursos livres, com cargas horárias específicas para cada um deles.

Portanto, como identificar o quanto ou como você estudou para ter aquela qualificação teórica? Separamos algumas dicas importantes para te mostrar a forma correta de incluir esse tipo de informação em seus currículos:

  • Nome do curso e nível (Ex.: graduação em ciências biológicas);
  • Instituição de ensino da realização (Com cidade e estado);
  • Data de início e conclusão do curso (ou data prevista para a conclusão);
  • Carga horária realizada (normalmente fica descrita no certificado);
  • Se necessário, colocar realizações ou notas acima da média (grêmio estudantil, monitoria, iniciação científica, trabalhos acadêmicos, artigo publicado ou outros);
  • Outras informações, você pode adicionar na carta de apresentação.

Para deixar ainda mais fácil de entender o que colocar em formação acadêmica no currículo, deixamos alguns exemplos de como incluir as informações na seção:

Formatação recomendada
Formação acadêmica (ou Educação)
Bacharelado em Ciência da Computação – Universidade Paulista (São Paulo – SP)
2017 – 2021 (3000 horas)
  • Iniciação científica na área de segurança de banco de dados, artigo: Muniz, F.B. Projeto de firewall integrado para empresas com tecnologia Blockchain. Rev. Ciência e tecnologia, v.5, p 22 – 24, 2020.

Ainda, veja também um exemplo incorreto de como colocar no currículo a formação acadêmica e evite possíveis erros na redação do conteúdo:

Formatação incorreta
Formação acadêmica (ou Educação)
Administração de empresas – UNIP
2020

Observe que no segundo exemplo faltam alguns dados importantes para comprovar. O recrutador provavelmente não consegue definir sua formação acadêmica no currículo, se está cursando faculdade, algum curso técnico, se já concluiu.

A regra é não dar informações de maneira exagerada, mas fornecer o básico para que o empregador saiba sobre sua formação e o tipo de qualificação profissional para a vaga. Portanto, capriche nos detalhes sobre seus níveis de educação.

Qual a ordem de formação acadêmica?

Na hora de adicionar suas formação acadêmica ou escolaridade no currículo, é preciso seguir uma ordem: da qualificação mais recente, para a mais antiga. Caso você tenha muitos graus de educação para inserir, é importante selecionar os mais atuais.

Porém, é preciso saber também qual a ordem em que a educação deve entrar em seu CV. Confira como funciona os passos na hierarquia da escolaridade, em ordem crescente:

  • Ensino fundamental (até o 9º ano);
  • Ensino Médio (ou médio técnico, até a formatura);
  • Ensino técnico (cursos profissionalizantes e técnicos);
  • Ensino Superior (Graduação e tecnólogos);
  • Pós graduação (lato sensu: especialização, MBA e outros cursos de extensão);
  • Mestrado e Doutorado (contam como stricto sensu)

Onde colocar uma formação acadêmica no currículo?

Então, agora que você entendeu como escrever a seção de formação acadêmica em seus currículos, é hora de aprender onde incluir esses dados no documento. Normalmente, é possível adicionar antes ou depois da experiência profissional.

👉 Porém, isso é para sua educação tradicional (ensino básico, técnico, graduação e pós graduação). No caso dos cursos complementares ou de extensão, caso existam vários, você pode incluir uma seção adicional apenas para estes conteúdos.

Assim, confira um exemplo de onde inserir a formação educacional no currículo, utilizando como base nossa ferramenta de criação de CVs:

formação academica no curriculo

⚠️Atenção: Um ponto importante para lembrar é sempre manter os níveis de escolaridade dentro da sua realidade. Se você não concluiu uma formação, não coloque como se já tivesse terminado. A qualquer momento durante o processo seletivo o recrutador pode pedir uma comprovação para sua contratação.

Ensino técnico: como inserir no currículo?

Além da formação no Ensino Superior, também existem casos onde o profissional possui somente a qualificação técnica. Nessa situação, também é necessário informar ao empregador qual sua área de expertise e campo de capacitação.

Da mesma forma como na graduação, você também precisa identificar os dados da instituição, curso e carga horária. Como o Ensino Técnico possui menos horas, o recrutador saberá quantas você concluiu durante a formação.

Portanto, veja alguns exemplos com modelos corretos e incorretos para entender melhor como colocar no currículo formação acadêmica:

Formatação recomendada
Educação
Curso profissionalizante em marcenaria naval – SENAI (São Paulo – SP)
2019 – 2021 (1500 horas)

Veja também uma forma incorreta de adicionar o ensino técnico e evite erros ao aprender como colocar formação acadêmica em andamento no currículo:

Formatação incorreta
Educação
  • Técnico em marcenaria naval;
  • Técnico de marceneiro;
  • Ensino Fundamental e Médio completo.
Note que o candidato não informou a instituição e nem a conclusão dos cursos. Assim, não é possível saber quando concluiu a formação acadêmica ou se ainda está em andamento. Não esqueça de adicionar esses dados para deixar os conteúdos mais completos, relacionando com a vaga de emprego que quer atingir.

Você também pode colocar Ensino Médio incompleto no currículo

Outra situação bem comum é quando o profissional não possui o ensino concluído para inserir no CV. Mesmo nesses casos é possível conseguir entrevistas e vagas de emprego, colocando as informações da forma correta.

Afinal, mesmo que você tenha alguns imprevistos e não consiga concluir os estudos,  o objetivo é colocar a informação de uma maneira que continue valorizando sua vontade de terminar a formação e evoluir como profissional.

👉Portanto, confira como colocar formação acadêmica incompleta no currículo através de um exemplo correto:

Formatação recomendada
Educação
Ensino Médio – Escola Universitas
2017 –  a concluir/ incompleto/ em andamento

Veja também a maneira incorreta de adicionar Ensino Médio incompleto ao currículo para uma vaga de emprego:

Formatação incorreta
Educação
Ensino Médio
  • Não fiz.
Se você não colocar a formação acadêmica no currículo Ensino Médio completo, existe uma possibilidade do empregador te perguntar qual o motivo de não concluir a formação. Então, não esqueça também de se preparar para responder durante a entrevista da forma correta.

Erros comuns ao adicionar uma formação acadêmica ao currículo

Por fim, além de entender como colocar a formação acadêmica no currículo, é preciso saber também quais erros evitar nessa hora. Afinal, você não quer que o recrutador te desclassifique por esquecer alguma informação, ou uma formatação errada, certo?

Lembre sempre que a sua formação te dá acesso a vagas dentro da sua área de especialidade. Por isso, é fundamental mostrar que possui mesmo a habilidade e capacitação teórica para assumir o cargo na empresa.

Então, entenda quais alguns dos principais erros na hora de adicionar uma formação acadêmica ao currículo profissional passo a passo:

  • Não incluir dados e detalhes importantes (instituição, escola, curso, data de conclusão);
  • Omitir dados ou níveis de formação (por exemplo, colocar pós graduação concluída quando ainda está em andamento);
  • Colocar as informações de maneira desorganizada ou com compreensão dificultada;
  • Adicionar um número excessivo de formações;
  • Colocar suas qualificações fora de ordem (dificulta o acesso dos recrutadores).

Depois de finalizar os dados da sua formação acadêmica, não esqueça de revisar também todas as informações. Verifique se você tem todas as comprovações de cursos e capacitações e se todo o conteúdo está escrito de forma correta.

A gente entende que dá um trabalho grande montar e revisar um bom currículo ou carta de apresentação, certo? Então, para te ajudar ainda mais, separamos alguns modelos pré prontos aqui no site. Para ver quais os melhores e como facilitar sua escrita e leitura do CV, clique aqui e aproveite nossa ferramenta online.

Perguntas mais frequentes

Então, para quem ainda estiver com dúvidas sobre como colocar a formação acadêmica no currículo, temos mais conteúdos importantes aqui. Afinal, separamos as principais perguntas comuns de pessoas na mesma situação. Aproveite para conferir como elas podem te ajudar a escrever currículos cada vez melhores.

Como colocar no currículo que estou cursando uma faculdade?

Uma das dúvidas comuns é como colocar formação acadêmica cursando no currículo, e é bem simples de resolver. Basta adicionar o conteúdo como “em andamento”, colocar na data final “atual” ou sinalizar a data prevista para conclusão do curso.

Qual o grau de escolaridade de quem faz faculdade?

Dentro dos graus de estudo, a faculdade conta como nível de Ensino Superior cursando ou completo. Além disso, você também pode colocar no currículo sua área de graduação, por exemplo “graduação em Publicidade” ou “Bacharel em Publicidade”.

Como colocar no currículo Ensino Superior em andamento?

Se você precisa como colocar no currículo formação acadêmica cursando, basta incluir a data de conclusão prevista para seu curso. Outra possibilidade é adicionar a data de conclusão como “em andamento” ou “em conclusão”.

O que é uma experiência acadêmica?

A experiência acadêmica é uma extensão do conhecimento que você adquire durante a graduação. Podem ser cursos complementares, atividades realizadas ou mesmo uma iniciação científica concluída durante a formação. Qualquer informação que melhore seu perfil como aluno durante os estudos.

O que é uma experiência profissional?

Já no caso de uma experiência profissional, ela tem um foco na prática da rotina de trabalho. São os locais onde você já trabalhou, estágios que realizou ou mesmo atuações como profissional autônomo em sua área ou campo de formação complementar.

Por fim, agora que você já entendeu como colocar sua formação acadêmica no curriculum vitae, que tal conhecer os  melhores modelos de currículos aqui no site? Assim, você economiza tempo na etapa de criação e na formatação das seções no documento e torna muito mais simples esse objetivo em sua carreira.

Artigos similares