Currículo de engenheiro de software | Dicas e exemplos

A área de tecnologia é um segmento de atuação que tem crescido muito nos últimos anos. Por isso, cada vez mais profissionais escolhem esse caminho para seguir carreira. Então, é importante aprender como fazer um currículo engenheiro de software e se destacar.

Classificação média para este modelo

5
Rated 5 out of 5
De 1 opiniões de clientes

Afinal, o mercado de trabalho possui demandas específicas para esse tipo de profissional, que é responsável por criar e gerenciar programas, aplicativos e sistemas. Assim, praticamente todas as empresas precisam de alguém para o desenvolvimento ou melhoria de seus componentes técnicos.

Assim, se você quiser ter acesso às melhores vagas do mercado, precisa criar um currículo de engenheiro de software que seja excelente para os processos seletivos. Portanto, separamos as melhores dicas e

Exemplo de currículo para engenheiro de software

Hoje, a profissão de engenheiro de software possui um crescimento considerável. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES), o Brasil domina cerca de 40% do mercado na américa latina, movimentando mais ou menos R$161,7 bilhões por ano.

Por isso, a oferta de trabalho é grande para quem é qualificado e possui as habilidades necessárias. Então, criar bons currículos é a primeira parte rumo à contratação , dentro dos processos seletivos nas empresas.

Assim, para escrever um documento profissional que atenda às demandas do mercado, é preciso incluir algumas informações importantes sobre seu perfil. Além disso, mantenha em mente que todos os dados e organização do seu CV importam e passam uma mensagem.

Então, pegamos os melhores exemplos de CV de engenheiros de software e montamos um modelo para você entender como organizar e escrever o seu:

Júlio Gomes Lima
Engenheiro de Software
+55 (13) 99753-8265
julioglima@gmail.com
https://www.linkedin/in/engjuliolima
Portfolio: www.behance.com/julioglima

Resumo de qualificações
Engenheiro de software com graduação pela USP, com 4 anos de experiência no desenvolvimento de sistemas para a operadora Claro, no setor operacional e na supervisão de equipes. Especialização como Analista de sistemas e Gerente de projetos, com excelente domínio de inglês e francês. Após a implementação do sistema inteligente de atendimento, minha equipe aumentou em 134% as resoluções de demandas no setor técnico.

Experiência
Engenheiro de software sênior – Claro
2014 – 2017

  • Responsável pelo setor de softwares para a parte técnica;
  • Projetos e planejamento para melhoria da qualidade nos atendimentos;
  • Organização das equipes de trabalho e distribuição de demandas;
  • Relatórios de produção e desempenho;
  • Planejamento e gerenciamento de projetos;
  • Criação de aplicativo para demandas e tarefas internas;
  • Integração de projetos com as sedes de Santa Catarina e Rio de Janeiro;
  • Outras atividades pertinentes ao setor.

Engenheiro de software – Claro
2018 – 2021

  • Criação de programas de atendimento;
  • Testes de erros e falhas no sistema;
  • Programação em Python e JavaScript;
  • Manipulação de cookies no site da empresa;
  • Outras atividades pertinentes ao setor;
  • Integração de redes com as sedes de Santa Catarina e Rio de Janeiro.

Educação

Especialização em segurança em bancos de dados – Universidade Federal de Santa Catarina
2018 – 2020 (1500 horas)

Graduação em Engenharia de Software  – Universidade de São Paulo (USP)
2013 – 2017

Ensino médio – Escola Piteco – São Paulo/SP
2010 – 2013

Habilidades

  • Criatividade;
  • Capacidade analítica;
  • Desenvolvimento de linguagens de programação;
  • Idiomas (Inglês e Francês fluentes; Espanhol intermediário);
  • Resolução de problemas;
  • Boa escuta;
  • Gerenciamento e manipulação de cookies;
  • Auto Gerenciamento;
  • Disciplina.
Observe que todas as informações estão bem organizadas dentro das seções, facilitando o acesso do recrutador. Ainda, é fundamental discorrer sobre as principais funções já realizadas na área, para demonstrar sua competência como candidato para assumir a vaga.

Modelo para currículo de engenheiro de software sem experiência

Outro ponto importante, dentro da engenharia de software, é que essa área permite a admissão de funcionários como trainee ou júnior. Assim, quem ainda não tem experiência ou nunca conseguiu vagas na área, pode encontrar um ponto de partida para a carreira.

Porém, o currículo de engenheiro de software sem experiência fica um pouco diferente. Assim, para quem já trabalhou em outros locais, pode usar as funções desempenhadas como uma forma de mostrar sua competência e perfil profissional.

Já no caso de quem nunca trabalhou, na área de engenharia de software ou nenhuma outra, o foco precisa ser na qualificação (graduação e cursos complementares) e nas habilidades que te tornam um candidato interessante.

Portanto, separamos um engenheiro de software CV amostra, para que você possa entender por onde começar a escrever seu documento profissional:

Daniel Selera Xavier
Engenheiro de software
+55 (11) 9755-5648
danielxavier@gmail.com
https://www.linkedin/in/danielxavier

Resumo de qualificações
Profissional competente e comprometido com o bom andamento das rotinas laborais. Em trabalhos anteriores, executei funções e tarefas que demandam conhecimento da estrutura e funcionamento da profissão e ajudaram inclusive nas competências durante a graduação.

Procuro uma oportunidade de executar os conhecimentos e potencial adquiridos durante  a graduação. Sou um profissional dedicado e organizado, que pretende colaborar também para o crescimento da empresa.

Experiência
Técnico de informática – MW Informática (São Paulo/SP)
2013 – 2018

  • Atendimento dos clientes na loja, coleta de demandas
  • Orientação sobre produtos, tecnologia, peças e reparos
  • Realização de reparos nos equipamentos de clientes (consertos, formatação, limpeza, montagem de máquinas e hardware);

Educação

Graduação em Engenharia de software – Universidade de São Paulo (USP)
2013 – 2017 (3000 horas)

Curso de computaçãobásica – Microcamp (Rio de Janeiro – RJ)
2010 – 2011 (600 horas)

Curso de manutenção em computadores – Microcamp (Rio de Janeiro – RJ)
2010 (500 horas)

Trabalhos voluntários
Programação do software de controle de castrações – Projeto Indústria do Pet de auxílio aos animais
2017

Habilidades

  • Boa escuta;
  • Boa resolução de problemas;
  • Criatividade;
  • Colaboração;
  • Idiomas (Inglês e Espanhol fluentes);
  • Raciocínio analítico;
  • Gerenciamento e manutenção de cookies em site;
  • Matemática avançada;
  • Cursos de complementação;
  • Formação acadêmica.
Observe que as habilidades e as funções anteriores bem descritas ajudam o recrutador a traçar um perfil profissional para o engenheiro. Assim, é possível conseguir mais acesso a entrevistas e vagas de trabalho dentro da engenharia de software.

Então, o que é importante colocar no currículo para engenheiro de software

Uma das dúvidas mais comuns, quando um profissional tira um tempo para escrever é: o que vale a pena adicionar em meus currículos? Afinal, a intenção não é criar um documento lotado de informações, mas sim um conteúdo relevante e interessante para a leitura.

Por isso, separamos algumas informações que não podem faltar em seu CV, e que os recrutadores costumam procurar durante a avaliação:

  • Nome, dados de contato e redes sociais de trabalho (sites, portfólio e outros);
  • Resumo profissional com as principais realizações;
  • Experiência em trabalhos anteriores com a mesma função;
  • Experiência em outros trabalhos, com funções similares;
  • Trabalhos como autônomo ou freelancer;
  • Estágios ou voluntariados realizados durante a formação acadêmica;
  • Habilidades relevantes para a área de trabalho.
⚠️Atenção: Um ponto importante de lembrar é o formato do seu CV, que deve ser em PDF ( exceto quando os anúncios exigirem outro tipo de formato). Assim, quando o recrutador realizar o download do modelo de CV do engenheiro de software, os dados não irão desconfigurar. Portanto, mantenha a atenção no design e conteúdo, mas não esqueça de acertar também na extensão do seu documento.

Cabeçalho e informações de contato

O cabeçalho é uma das seções mais importantes em seus currículos. Afinal, é através dele que as empresas conseguem te encontrar para uma entrevista, certo? Mas além disso, a primeira parte do CV também mostra sua capacidade de ser objetivo e organizado.

Assim, é importante que o recrutador possa encontrar tudo o que precisa de informações assim que bater o olho em seu documento profissional. Além disso, seja um candidato objetivo, mantendo apenas o nome, dados pessoais básicos e de contato.

Veja alguns modelos de CV do engenheiro de software com o cabeçalho correto e incorreto. Não deixe de fazer uma boa comparação, principalmente com relação à formatação e configurações dos dados nesta seção:

Cabeçalho Recomendado

Júlio Gomes Lima
Engenheiro de Software
+55 (13) 99753-8265
julioglima@gmail.com
https://www.linkedin/in/engjuliolima
Portfolio: www.behance.com/julioglima

Confira também um modelo de cabeçalho para engenheiro de software CV, escrito de forma incorreta. Aprenda quais erros evitar e como manter a eliminação do processo seletivo bem longe:

Cabeçalho Incorreto
Júlio Gomes Lima
Engenheiro de software – autônomo, PJ e por contratação (menos Indústria)
Pretensão de salário: R$7.000,00
Rua Margino Orleani, N° 430 – Vila Vintém, São Paulo/SP
Casado, 31 anos, com um filho
julinhoengenheiro@gmail.com
Telefone (11) 99761-6562
https://www.linkedin/in/julio10engenharia

Veja que no segundo exemplo as informações estão bem bagunçadas, tornando o acesso à informação difícil. Além disso, dados como estado civil, data de nascimento e endereço não devem constar no cabeçalho.

Mantenha o conteúdo formal e mostrando apenas o necessário. O restante pode ser informado durante a entrevista. Não esqueça que o empregador precisa encontrar seus dados e objetivo de forma rápida.

Insira sua experiência na área

Na hora de escrever o guia de escrita do engenheiro de software CV, é praticamente impossível deixar de lado suas experiências. Elas traduzem tudo o que você já realizou como profissional e mostram sua competência para assumir vagas em sua área.

Porém, muitas pessoas possuem dúvidas sobre como adicionar essa parte no CV. Para facilitar um pouco mais, deixamos algumas sugestões importantes de conteúdos como experiência para incluir em seu

  • Empresas e locais onde você desempenhou a função;
  • Outros locais onde desempenhou funções parecidas;
  • Trabalhos como MEI, autônomo ou na modalidade de freelancer;
  • Experiência de projetos individuais ou realizados com outras pessoas;
  • Trabalhos voluntários desenvolvidos;
  • Estágio na área de atuação durante a formação.

Mas se ainda não possui experiência na área

Quem ainda não possui experiência como engenheiro de software, pode incluir experiências de outros trabalhos em seu CV. Assim, mostra que possui as habilidades e competências para desenvolver as vagas, tendo conhecimento do mundo corporativo.

Ainda, quem não possui nenhum tipo de experiência, pode incluir estágios e trabalhos voluntários nesta seção. Lembre sempre de descrever de forma objetiva quais foram as funções que você desenvolveu durante a atuação.

Assim, confira exemplos de como adicionar suas experiências anteriores nesta parte do CV:👇

Exemplo Correto
Técnico de informática e TI – Empresa X (São Paulo – SP)
2013 – 2014
  • Atendimento dos clientes na loja, coleta de demandas
  • Orientação sobre produtos, tecnologias, peças e reparos
  • Realização de reparos nos equipamentos de clientes (consertos, formatação, limpeza, montagem de máquinas e hardware)
Ainda, veja a forma incorreta de incluir suas experiências em um currículo para a área de engenharia de software:
Exemplo Incorreto
Técnico de informática e TI – Empresa X (São Paulo – SP)
2013 – 2014
  • Atendimento
  • Orientação
  • Reparos e manutenção
Note que as funções precisam ser elencadas, mas de forma objetiva. Porém, evite colocar apenas uma ou duas palavras para descrever cada uma delas. Pense que essa é a forma de mostrar que você é um bom candidato para a vaga, não economize nas qualificações.

Adicione suas habilidades e faça seu currículo brilhar

As habilidades são uma seção super importante de incluir em seus currículos. Afinal, elas traduzem muito sobre como é sua postura de trabalho e como você pode se relacionar com outras pessoas no ambiente corporativo.

👉Veja algumas habilidades que os empregadores costumam valorizar em profissionais da área de tecnologia e engenharia de software:

Habilidades comportamentais (soft skills)

  • Proatividade;
  • Auto Gerenciamento;
  • Disciplina;
  • Boa escuta;
  • Boa resolução de problemas;
  • Criatividade;
  • Colaboração.

Habilidades técnicas (hard skills)

  • Linguagens de programação;
  • Desenvolvimento de software;
  • Idiomas;
  • Raciocínio analítico;
  • Matemática avançada;
  • Cursos de complementação;
  • Formação acadêmica.

Resumo profissional no currículo de engenheiro de software

O resumo profissional em um currículo precisa ser uma forma rápida e objetiva de mostrar suas principais realizações profissionais. Assim, você pode adicionar dados sobre sua carreira e os resultados positivos que já obteve ao longo dela.

No caso de quem ainda não trabalha na área, pode valorizar seus principais pontos fortes (habilidades, formação e outros). Ainda, também vale a pena colocar realizações durante a graduação (caso sejam boas), prêmios e reconhecimentos importantes.

👉Então, confira como escrever e adicionar o resumo profissional ao currículo da forma correta, através de alguns exemplos práticos:

Exemplo Correto
Engenheiro de software com graduação pela USP, com 4 anos de experiência no desenvolvimento de sistemas para a operadora Claro, no setor operacional e na supervisão de equipes. Especialização como Analista de sistemas e Gerente de projetos, com excelente domínio de inglês e francês. Após a implementação do sistema inteligente de atendimento, minha equipe aumentou em 134% as resoluções de demandas no setor técnico.

Descubra também o que não fazer ao incluir o resumo profissional em um currículo para programação de softwares:

Exemplo Incorreto
Sou um profissional bem capacitado e dedicado, que costumo mergulhar de cabeça quando trabalho, com bom planejamento e resultados excelentes, que busca sempre a melhor experiência. Tenho formação como engenheiro de software em Universidade do Rio de Janeiro, com boas experiências no mercado, principalmente com a parte de analista e arquiteto de software. Comecei na área de engenharia mecânica, mas os programas me apaixonam muito mais. Hoje, espero uma chance de mostrar que tenho talento e visto a camisa das empresas por onde passo.
🎁Dica extra: O resumo profissional, assim como a carta de apresentação, precisam ser únicos e escritos de acordo com as vagas de emprego. Assim, não recomendamos a escrita de um currículo padrão para toda oportunidade. Verifique qual a especificidade da vaga, da empresa e como você pode se tornar mais interessante entre os candidatos, produzindo bons conteúdos em seu documento profissional.

E se quiser aprender  como fazer um currículo para buscar emprego, temos uma alternativa boa aqui no site. Afinal, temos alguns modelos otimizados de CV para você escolher e não errar na hora de participar dos processos seletivos.

Seções adicionais

As seções adicionais são uma parte do CV onde a empresa pode conhecer um pouco mais sobre seu perfil profissional. Então, é possível adicionar vários tipos de formações e conteúdos para valorizar ainda mais seus currículos e garantir mais entrevistas.

Porém, é fundamental manter a estratégia na hora de incluir essas seções. Mantenha sempre em mente que todo conteúdo em seu CV importa e será avaliado. Então só coloque o que realmente for relevante para a vaga. Confira quais as principais opções:

Cursos de especialização

Os cursos de especialização são excelentes opções para arquitetos de softwares, analistas de sistemas ou engenheiros de software que queiram se capacitar mais. Hoje, o mercado possui demandas bem específicas que podem ser supridas com a qualificação certa.

Algumas instituições públicas e privadas possuem especializações para quem quer complementar a graduação. No caso do ensino técnico, SEBRAE, SENAI E ETECs podem ser excelentes alternativas, com diferentes grades em cada Estado.

👉Confira algumas áreas de destaque para complementar sua formação em engenharia de software:

  • Desenvolvimento de software;
  • Empreendedorismo;
  • Banco de dados;
  • Seguraça de redes;
  • Ferramentas para desenvolvimento e programação;
  • Linguagens de programação e manipulação de cookies.

O mais importante para quem quer atuar na área de programação, manipulação de cookies ou desenvolvimento de programas é sempre estar atualizado. A tecnologia muda em questão de dias e se manter antenado com processos e equipamentos novos é fundamental.

Portanto, se você é da área de tecnologia, engenharia mecânica e até mesmo engenheiro civil, precisa sempre escolher uma área específica e se capacitar. O mercado exige profissionais cada vez mais qualificados, não perca tempo.

Idiomas

Para quem trabalha com a área de tecnologias, sabe que a informação e os conteúdos podem estar em várias línguas. Assim, muitas empresas exigem que os candidatos tenham fluência em um segundo idioma, para atender clientes ao redor do mundo.

Nesse caso, é preciso saber como adicionar seus níveis de proficiência em outras línguas no CV. Portanto, confira a forma correta de incluir esses dados em seus documentos profissionais:👇

  • Português: Nativo
  • Inglês: Fluente
  • Francês: Fluente
  • Espanhol: Intermediário

Mas se você não fala bem ou não entende algum idioma, não aumente seu grau de fluência para parecer mais capacitado. Lembre que em algum momento você vai precisar usar essas línguas e pode até ser eliminado do processo seletivo por mentir.

Portfolio

Outra seção bacana de adicionar em um currículo para engenheiro de software é o portfólio. Assim, essa pode ser uma validação da qualidade do seu trabalho de forma prática, mostrando o funcionamento dos projetos que você realizou.

Atualmente, várias plataformas como a Dribbble e Behance oferecem a oportunidade de criar portfólios online. Assim, é possível fazer o upload de fotos, vídeos e outros documentos para mostrar como funciona o seu tipo de desenvolvimento no trabalho.

Dicas para otimização do currículo de engenharia de software

Ainda, é preciso garantir que seu documento profissional para engenharia de software esteja otimizado. Essa é uma habilidade que garante uma leitura mais interessante e atrativa, já que organiza todos os dados de maneira agradável e busca tornar o conteúdo mais atrativo.

Afinal, não adianta somente ter bons currículos, com as informações todas desarrumadas e complicadas de entender. Lembre que a formação e qualificação são importantes, mas a atenção aos detalhes e boa organização complementam sua capacitação.

Então, separamos algumas dicas para quem busca entender como otimizar seu modelo de CV, valorizando seu perfil como candidato e garantindo que o recrutador realmente queira ler suas informações:

  • Um bom currículo deve ter todas as informações organizadas em uma página;
  • Divida as seções, mantendo a identificação de cada uma com fonte maior e em negrito;
  • Coloque as informações com marcadores e tópicos;
  • Utilize uma fonte tradicional (Times New Roman ou Arial, tamanho 12);
  • Escolha um design que seja inovador, mas sem confusão ou poluição visual;
  • Capriche na ortografia e revise os erros de português;
  • Salve a versão final em PDF.

Ainda, não esqueça de verificar bem os anúncios de vagas e os conteúdos solicitados em cada um. Veja se existem requisitos adicionais de cada oportunidade, e se você incluiu tudo o que era necessário para sua candidatura.

Faça uma boa revisão em seu currículo para engenheiro de software

Por fim, hora de fazer uma boa revisão em seu currículo, procurando por possíveis erros ou informações faltantes. Assim, você garante que o conteúdo esteja realmente bom. Afinal, você não quer uma eliminação por escrever algo errado ou não conferir seus dados, certo?

Portanto, separamos um passo a passo com as principais seções que um currículo costuma ter. Você pode usar como referência para revisar seu modelo de documento e entender se ele realmente está apto para o envio nos processos seletivos:

  • Cabeçalho: Identificação e contatos profissionais
  • Apresentação: Resumo das suas qualificações e seu objetivo profissional
  • Experiência: Outras empresas onde trabalhou antes com experiência igual ou funções relevantes
  • Educação: Nível de escolaridade, formação, pós graduação e especializações relevantes para a área de estudo
  • Habilidades: soft skills (comportamentais) e hard skills (técnicas)
  • Idiomas: Grau de proficiência em idiomas
  • Certificados: Cursos e estudo realizados e outras adições à sua qualificação
  • Voluntariados: ONGs e NPOs
  • Prêmios: Entrevistas, Programa de TV, matérias com mais visualizações e outros méritos
  • Interesses: Preferências, hobbies e outros dados relevantes dentro das tecnologias.

Mas se não quiser perder tempo na hora de escrever seu CV, clique aqui. Aqui no site temos alguns modelos prontos de documentos profissionais para engenheiros, já otimizados para você só incluir seus dados e revisar. Aumente suas chances utilizando ferramentas simples e seguras.

Complemente seu CV com uma carta de apresentação

Então, agora que você já finalizou seu currículo para a área de engenharia de software, que tal inserir um anexo que pode valorizar sua candidatura? A carta de apresentação é uma seção que pode ajudar o recrutador a te conhecer um pouco melhor.

Assim, diferente do resumo profissional, a carta de apresentação é um documento maior (até uma página A4, com fonte Times New Roman 12), onde você pode inserir mais informações relevantes sobre sua profissão e perfil de trabalho.

Porém, não inclua essa seção somente para “engordar” seus currículos. Se dedique a escrever um texto mostrando porque você é a melhor opção entre os outros candidatos para o emprego. Coloque um bom conteúdo, escrito corretamente e com uma linguagem amigável, porém formal.

📌Dica: Outra dica super importante é criar textos únicos para sua carta de apresentação, de acordo com as vagas para as quais será candidato. Dessa forma, você consegue adaptar suas informações para ficarem alinhadas com o tipo de profissional que a empresa busca. Então, não esqueça de pesquisar bem sobre seu futuro empregador, os anúncios de vagas e quais os requisitos que cada empresa busca em um funcionário.

Perguntas mais frequentes

Então, se sobraram algumas dúvidas sobre como fazer um currículo de engenheiro de software, não se preocupe. Temos mais algumas perguntas frequentes de profissionais que estão na mesma situação, para te ajudar a entender ainda mais sobre como criar um bom CV.

Quais as principais habilidades de um engenheiro de software?

Mais do que a experiência, para executar a profissão de engenheiro de software, é preciso ter um bom raciocínio lógico e habilidades com resolução de problemas. Ainda, a capacidade analítica, domínio de matemática e criatividade são excelentes para o desempenho da função.

O que colocar no objetivo do currículo para engenheiro de software?

Para deixar o objetivo no currículo de engenheiro de software dentro do padrão, sinalize qual cargo e processo seletivo irá participar. Assim, você evita que o recrutador tenha problemas na hora de entender se você é o melhor entre os candidatos à vaga.

É preciso saber inglês para trabalhar como engenheiro de software?

O recomendado, principalmente para abrir mais portas em sua carreira, é ter um segundo idioma. A preferência pelo inglês também garante um conhecimento mais técnico na hora de utilizar plataformas e ferramentas estrangeiras, tornando os candidatos mais interessantes.

Por fim, se você ainda estiver perdido para começar a escrever seus currículos, podemos facilitar sua vida. Aqui no site temos algumas ferramentas com os melhores modelos de currículo para engenheiro de software para você se inspirar e ter ideias para criar os seus.

Artigos similares