Currículo em inglês | Como fazer, exemplos e dicas

Aprender como criar um bom currículo em inglês pode abrir muitas portas e garantir acesso a vagas de trabalho nacionais e internacionais. Mas se engana quem pensa que basta traduzir as informações do seu CV. É preciso entender como é a questão cultural nessa hora.

Classificação média para este modelo

5
Rated 5 out of 5
De 1 opiniões de clientes

Afinal, existem várias diferenças culturais assim como estruturais e de formatação de um CV em inglês. Por isso, é preciso adaptar as informações, garantindo que seu documento profissional esteja de acordo com os parâmetros de determinado país, diferente do tradicional em português.

Por isso, neste post vamos mostrar como fazer um currículo em inglês, utilizando dicas e exemplos práticos. Então, se quiser dar os primeiros passos em sua carreira internacional, é só continuar acompanhando os próximos tópicos.

Modelo de currículo em inglês

Um bom modelo de currículo em inglês vai muito além de jogar seus dados no Google Tradutor e manter a estrutura igual a do Brasil. Até mesmo porque até mesmo a maneira de dizer currículo não é igual em todos os países de língua inglesa.

Assim, cada conteúdo precisa ser organizado e formatado de acordo com as oportunidades e anúncios de vagas. Para começar, é preciso entender que você estará escrevendo um CV em inglês, para trabalhar em um local com cultura totalmente diferente da sua.

Afinal, como se fala currículo em inglês?

Então, antes de gerar currículo em inglês, saiba que nem todos os países fazem uso do mesmo nome. Além disso, em cada um deles, o tamanho dos currículos pode ser diferente (como nos EUA, que eles chegam até a várias páginas, diferente da versão em português).

👉 Por isso, confira como se chama currículo em inglês nas empresas dos locais ao redor do mundo:

  • Países da América do Norte (EUA, Canadá) e Austrália: Resume ou Résumé (com os acentos, vindo da palavra francesa).
  • Inglaterra, Nova Zelândia: A forma mais comum é CV (curriculum vitae).

No entanto, ambas as palavras são sinônimos de currículo e podem ser usadas alternadamente, apenas tendo maior predominância em uma localidade geográfica ou outra.

Agora, veja também um exemplo de currículo em inglês, com todas as seções necessárias para começar a escrever:

Marcela Oliveira da Silva
Administrative assistant
marcela.olv.silva@gmail.com
+55 (13) 99753-8265
https://www.linkedin/in/marcelaoliveira

Profile summary
Administrative assistant specialist in HR management and finance. I have 4 years of experience in customer service and leadership strategies, with excellent command of both English and Portuguese. In 2019, I achieved a 94% resolution and client approval rate at Caltechx.

Professional experience
Administrative assistant – Extra Retail Chain (São Paulo/SP)
2014 – 2017

  • Data management and organization;
  • Drafting of memorandums and internal documents,
  • Customer Support;
  • Resolution of industry problems,
  • Studies of solutions to improve management.

Administrative assistant – Caltechx
2018 – 2021

  • Drafting of memorandums and internal documents,
  • Customer Support;
  • Organization of employee schedules;
  • Resolution of industry problems,
  • Studies of solutions to improve management

Education

Bachelor’s degree in Administration – USP (São Paulo/SP)
2015 – 2017

HR management course.  – SENAI (São Paulo/SP)
2013 – 2015 (500h)

High School – Escola Extratus  – Santa Maria/Curitiba
2010 – 2013

Skills

  • Excellent oral communication;
  • Public speaking;
  • Impeccable writing;
  • Team collaboration;
  • Self-management;
  • Work under pressure;
  • Proactivity.
Em um currículo em inglês modelo, observe que todas as seções são divididas de maneira organizada. Além disso, todas elas ficam com destaque para que o recrutador possa encontrar e ter conhecimento das informações que precisa.

Ainda, evite colocar informações que podem ser passadas durante a entrevista, como estado civil ou pretensão salarial. Não se preocupe, se isso for importante para a vaga, o recrutador irá perguntar quando conversar com você, não precisa incluir no modelo de currículo.

🎁Dica extra: Uma boa dica na hora de criar seu currículo em inglês é pesquisar bem sobre a cultura no país. Afinal, cada um deles possui um tipo de entendimento sobre o perfil profissional. Portanto, se estiver pensando em aplicar numa multinacional, não deixe de ter conhecimento do país primeiro.

Estatísticas de emprego nos países anglófonos

Nos países que falam inglês, o mercado de trabalho é bem aberto para os brasileiros em algumas áreas. Assim, quem trabalha com tecnologia, inovação, pesquisa e serviços de construção pode se dar muito bem fora do país.

Nos Estados Unidos, o salário mínimo varia de acordo com cada estado no país e está definido por hora de trabalho. Por exemplo, o salário mínimo federal é 7,25 USD (Dólares Estadunidenses) por hora.

Mas não é só neste local que você pode conseguir bons salários, confira outros salários em alguns países de língua inglesa:

  • Canadá: 15,55 CAD (Dólares Canadenses) por hora.
  • Austrália: 20,33 AUD (dólares Australianos) por hora.
  • Reino Unido: 9,50 GBP (Libras Esterlinas) por hora.
  • Nova Zelândia = 21,20 NZD (Dólares Neozelandeses) por hora.
  • Irlanda = 10,50 EUR (Euros) por hora.

No entanto, esses salários são os mínimos para os trabalhos que exigem menos capacitação universitária e técnica. De acordo com a sua formação e experiência, é possível ganhar bem acima do mínimo, assim como acontece no Brasil.

💡Fato: As agências de recrutamento revelam dados onde é possível receber até 60% a mais no salário quando se domina o idioma inglês. Os brasileiros bilíngues conseguem até o dobro dos rendimentos, mesmo no início da carreira e sem experiência.

Quais as diferenças entre um currículo em português e um em inglês?

Para aprender como fazer curriculo em ingles é preciso entender também o que muda na estrutura da versão em português. Afinal, os perfis profissionais mais valorizados são outros. Por exemplo, em alguns países a educação é a parte mais importante, diferente do Brasil onde apreciamos a experiência.

Portanto, confira alguns fatores que podem ser relevantes na hora de escrever seu CV em inglês:

  • O sistema de identificação numérica é diferente. Onde usamos ponto para separar as casas, em inglês se usa a vírgula;
  • O tamanho do currículo pode variar bastante, tendo até 2 ou mais páginas em alguns países;

Além disso, também é possível que seu currículo em inglês varie de acordo com o país. Por exemplo, um CV na Inglaterra é diferente de um CV no Canadá. Portanto, é fundamental conhecer bem as diferenças entre cada local.

A inclusão de fotos, de maneira geral, não é recomendada, assim como acontece no Brasil.

Qual a estrutura correta de um currículo em inglês?

Agora que você já entendeu que precisa focar no seu currículo em inglês, pode surgir um pouco de insegurança sobre quais informações são relevantes. Nesse caso, é preciso entender que a estrutura e dados a incluir são basicamente iguais, só é preciso experiência na escrita.

Por isso, o que altera é a forma de você apresentar esses dados para o recrutador durante um processo seletivo. E isso funciona com base no tipo de profissional que é um candidato mais interessante para o mercado de trabalho.

👉 Assim, deixamos um esquema para você entender quais são as principais seções e quais conteúdos adicionar em cada uma:

  • Heading/header (Cabeçalho): Identificação e contato profissional
  • Personal Details (Apresentação) Resumo das suas qualificações e seu objetivo profissional
  • Work Experience (Experiência de trabalho): Outras empresas onde trabalhou antes
  • Education (Educação): Nível de escolaridade, formação acadêmica e cursos de especialização com relevância para a área.
  • Skills (Habilidades): soft skills (comportamentais) e hard skills (técnicas)
  • Languages (Idiomas): Grau de proficiência em idiomas
  • Certificates (Certificados): Curso realizado, artigo com publicação e outras adições e objetivos concluídos relevantes à sua qualificação
  • Volunteer work (Trabalho voluntário): Experiência em ONGs e NPOs
  • Awards (Prêmios): Entrevistas, Programa de TV, blog, artigo ou site com boas visualizações e outros méritos
  • Interests (Interesses): Preferências, hobbies e outros dados com relevância.
⚠️Atenção: Na hora do envio, opte sempre pelo currículo em inglês pdf, que fica mais fácil para a visualização. Além disso, evita que o documento desconfigure na hora da leitura, e fica improvável que as informações e dados sejam alterados no processo. A única exceção é se no anúncio da vaga solicitarem outro formato, como currículo em inglês doc.

Primeiro passo: cabeçalho e dados pessoais

Assim como em português, no currículo em inglês, o cabeçalho fornece as principais informações pessoais e maneiras do recrutador te contatar. Portanto, confira sempre se o contato está correto e você ainda tem acesso a ele (número de telefone, email e redes sociais profissionais).

Mantenha sempre seus alias focados no trabalho, evitando nomes de usuários que passem a ideia da falta de profissionalismo. Além disso, não deixe de inserir seu código de área (Brasil = +55), para que a empresa entenda que seu número é desse país.

Confira alguns modelos de currículo em inglês para entender como adicionar seu nome e contatos ao conteúdo do cabeçalho:

Cabeçalho Recomendado
Cleiton Ribeiro Souza
IT Technician
Contact information
+55 (13) 99741-5265
cleitonrsouza@gmail.com
https://www.linkedin/in/cleitonrsouza
Portfolio: www.behance.com/cleitonsouzainfo

Veja também como não escrever o seu cabeçalho no currículo em inglês:

Cabeçalho Incorreto
Contact information
IT technician
Cleiton Souza
13th street, No 454
Single, birth date: 15/03/1988
cleitinhosouzzzz@gmail.com
Phone number (13) 99753-8265
https://www.linkedin/in/cleitonsouza

Note que neste exemplo, fica até um pouco mais complicado encontrar o nome do candidato no meio de tantos dados. Além disso, existem conteúdos que não são necessários (estado civil, data de nascimento) e que podem ser informados durante uma entrevista.

Insira suas experiências da maneira correta em inglês

Outra parte que pode te ajudar no currículo em inglês é a experiência profissional. Porém, é importante entender quais são relevantes e quais não são necessárias. Normalmente, é comum que se insira as três últimas.

Porém, no caso de um currículo para os Estados Unidos, você deve colocar todas as informações profissionais e de experiência que possuir. Como são documentos maiores, o recrutador precisa verificar todo o seu histórico de trabalho, com detalhes.

👉Algumas experiências podem tornar sua vida profissional mais interessante, confira quais os principais tipos para adicionar em seu CV:

  • Experiência de trabalho anterior na área;
  • Trabalhos anteriores que exigiam habilidades relevantes;
  • Formação profissional;
  • Cursos complementares;
  • Habilidades que são boas para o desempenho da função;
  • Idiomas (muito importante);
  • Outras informações que possam ajudar no trabalho

Mas e quem está procurando o primeiro emprego em países que falam inglês?

Para quem ainda vai começar no mercado de trabalho, pode parecer uma tarefa impossível já começar em outro país. Porém, o modo de recrutamento mudou bastante, valorizando também os funcionários que não possuem experiência.

Por isso, você pode conseguir contratações na modalidade junior ou trainee, utilizando seu curriculum para se tornar um candidato atrativo. Assim, é fundamental sempre valorizar seus pontos fortes e habilidades, se destacando de outros candidatos no processo de seleção.

Aprenda como adicionar sua educação ao currículo em inglês

A educação no currículo em inglês é um dos pontos mais importantes do CV. Afinal, alguns países, como os Estados Unidos, têm uma cultura muito forte relacionada à graduação e competências profissionais.

Portanto, na hora de inserir sua formação acadêmica (Education), veja quais as informações mais importantes para escrever da forma correta:

  • Nome da instituição (University/College)
  • Seu grau ou capacitação (Major)
  • Data de conclusão do curso (Graduation Date)

Caso seja necessário, você também pode adicionar outras informações sobre seu curso. Vale lembrar que a educação é um ponto muito forte nesses países. Por isso, se tiver boas notas ou realizações durante a graduação, pode ser uma excelente escolha adicionar também.

Como inserir habilidades no currículo em inglês?

As habilidades também precisam estar descritas na hora de escrever seu CV. Elas dão uma noção maior de como você se relaciona com o trabalho e com a equipe. Atualmente, são divididas em técnicas (adquiridas por capacitação) e comportamentais (individuais e interpessoais).

👉Confira algumas habilidades técnicas (hard skills) e comportamentais (soft skills) que podem te destacar dos outros candidatos e garantir maior chance de oportunidade para contratação:

Soft skills

  • Self-management;
  • Proactivity;
  • Good time management;
  • Teamwork;
  • Work under pressure;
  • Collaboration;
  • Good ability to listen;
  • Public speaking…
💡Fato: Esse tipo de habilidades comportamentais são muito apreciadas mesmo em países de língua inglesa. Afinal, elas fornecem ao trabalho um ambiente promissor e adequado, aumentando a produtividade e trazendo mais qualidade para a produção.

Hard skills

  • Good written communication;
  • Fluency in English;
  • Data management in Excel and Google Spreadsheet;
  • Programming in Python and Java;
  • Web Development…

Adicione um bom resumo profissional para mostrar sua qualificação

O resumo profissional (profile summary) pode ajudar a discorrer um pouco mais sobre as principais realizações que você já concluiu. O conteúdo deve ser breve, colocando e evidenciando prêmios e outros reconhecimentos na carreira.

👉 Veja um exemplo currículo em inglês com o resumo profissional escrito da forma correta:

Exemplo Correto
Administrative assistant specialist in HR management and finance. I have 4 years of experience in customer service and leadership strategies, with excellent command of both English and Portuguese. In 2019, I achieved a 94% resolution and client approval rate at Caltechx.

Veja outro modelo curriculo em inglês com o resumo profissional incorreto:

Exemplo Incorreto
I would love to work abroad, my dream has always been to leave Brazil and have a better life. I am a competent and dedicated professional, with good qualifications and skills that can help the company grow. I studied data control in São Paulo.

Observe que a quantidade de informações pessoais não leva o recrutador a conhecer seu perfil profissional. Mantenha sempre o foco em suas realizações durante o trabalho, valorizando seus pontos fortes e bom desempenho.

Além disso, para quem quer aprender como fazer um currículo para buscar emprego, utilizar modelos prontos pode garantir mais chances. Aqui no site, temos um  gerador de currículo em inglês que pode facilitar muito sua criação, não deixe de conferir.

Seções adicionais

As seções adicionais no currículo em inglês podem ajudar ainda mais a conseguir mostrar suas habilidades e competências. Afinal, elas complementam as informações básicas em seu CV, te destacando entre os candidatos.

Mas não inclua esse tipo de seção somente por incluir. É preciso utilizar a estratégia para incluir dados que sejam realmente relevantes para sua área profissional. Por isso, confira as que mais podem ajudar a tornar seu CV mais interessante:

Informações sobre sua chegada ao país

Quem produz um currículo em inglês, normalmente está querendo mudar de país, ou já com a viagem pronta. Para competir com candidatos que já são residentes, é preciso mostrar ao recrutador que você tem disponibilidade para começar no cargo.

👍 Por isso, é fundamental sempre informar sobre suas datas de chegada e quanto estará apto para começar, caso aconteça a contratação.

Confira algumas frases e maneiras maneiras de incluir esse tipo de informação em seu CV, adicionando às seções extras: 👇

  • “Available to start as soon as needed.”
    Tradução: “Disponível para iniciar assim que necessário.”
  • “Available for virtual meetings or in person interviews after arriving in the country in October”.
    Tradução: “Disponível para reuniões virtuais ou entrevistas presenciais após a chegada ao país em outubro”.

Idiomas

Os idiomas também são parte fundamental de um currículo em inglês. Afinal, você terá que se comunicar no novo emprego, utilizando a língua nativa do país para onde for. Porém, a maneira de incluir esses dados é um pouco diferente nesse tipo de CV.

Geralmente o sistema de avaliação de proficiência é feito com base em níveis de fluência do Common European Framework of Reference (CEFR). Os níveis são (A1, A2, B1, B2, C1 e C2). Onde A1 é falante básico com pouco domínio e C2 é o falante fluente com domínio pleno.

Mas quem determina o seu grau de fluência do idioma são os testes como IELTS e TOEFL, com vários exercícios para determinar sua qualificação. Como eles são bem caros, outras ferramentas podem ajudar, como o EFSET, que possui uma versão básica gratuita.

Assim, confira a forma correta de incluir outros idiomas no seu currículo em língua inglesa para conseguir acesso a empresas internacionais: 👇

  • English: Fluent (C1)
  • Portuguese: Native (C2)
  • Spanish: Intermediate (A2)
⚠️Atenção: Não cometa o erro de inserir níveis de fluência que você não domina no idioma, isso pode facilmente desclassificar candidatos em um processo seletivo. Afinal, a entrevista será em outro idioma, sendo necessário acompanhar a conversa de acordo com seu grau de proficiência.

Portfolio

Outra seção importante para adicionar em seu résumé é o portfólio. Afinal, algumas áreas de atuação (escrita, design, artes, tecnologia) podem admitir a comprovação da qualidade dos serviços por fotos e vídeos.

Hoje, existem vários sites que podem ajudar a criar esse tipo de documento profissional, como o Behance. Assim, você pode montar seu currículo em inglês e incluir também uma amostra das suas aptidões profissionais para avaliação do recrutador.

Dicas para otimizar seu currículo em inglês

Por fim, é hora de revisar seu curriculum e deixar pronto para entrega. É sempre importante conferir todos os pontos, checar a ortografia e avaliar a organização das informações. Com isso, você pode melhorar cada vez mais e garantir mais chances de contratação.

Veja algumas dicas importantes para adaptar seu currículo e deixar otimizado para ser um bom candidato em países de língua inglesa:

  • Adapte o número de páginas para a estrutura de cada país;
  • Utilize linguagem formal, sem exagerar;
  • Escreva todo o conteúdo nos idiomas dos países alvo;
  • Crie um modelo de currículo para cada tipo de anúncio e empresa;
  • Não use tradutores online, que podem tirar o conteúdo de contexto nos idiomas;
  • Escolha um modelo de design de destaque, mas sem exageros;
  • Coloque as informações focadas na realidade, não aumente habilidades;
  • Insira somente as 3 últimas experiências profissionais;
  • Valorize sua educação, insira todas as capacitações relevantes que realizar;
  • Mantenha o formato em PDF para facilitar o download e leitura do currículo em inglês.

Caso você não queira facilitar a criação do seu currículo em inglês grátis, não se preocupe. Você pode utilizar modelos prontos para facilitar e economizar tempo. Quer encontrar os mais fáceis de usar e criar um CV profissional? Clique aqui e veja os melhores em nosso site.

Uma carta de apresentação ou de recomendação pode garantir mais vagas

Por fim, junto ao currículo em inglês, é comum que os candidatos adicionem uma carta de apresentação ou de recomendações (cover letter).

O histórico de trabalho é culturalmente valorizado pelos recrutadores, o que pode ser comprovado quando seus outros empregadores e clientes falam sobre sua qualidade.

Além disso, a carta de apresentação ou cover letter pode mostrar domínio de escrita, outras atividades e interesses que você executa e mais informações importantes para a vaga. Assim, essas partes devem ser inseridas como anexos, deixando a critério dos recrutadores optar por ler.

📌Dica: Outra dica importante é sempre analisar os anúncios de cada vaga como se fosse único. Tenha calma e escreva um currículo focado em cada oportunidade. Lembre que são locais diferentes, culturas diferentes e entender tudo isso leva tempo. Portanto, adapte sua carta de apresentação conforme for necessário para cada cargo e processo seletivo.

Perguntas mais frequentes

Por fim, para criar os melhores exemplos de currículo em inglês, você ainda pode ter algumas dúvidas no processo. Portanto, selecionamos algumas FAQs de profissionais que estão tentando uma vaga fora do país. Aproveite para ampliar seus conhecimentos lendo até o final.

Quais os empregos mais comuns para brasileiros em países de língua inglesa?

Encontrar empregos para brasileiros em outros países pode variar muito de acordo com a área ou o local. Por exemplo, na Inglaterra a maioria dos empregos são com exigência de menos qualificações profissionais: limpeza, garçons, hotéis e outros.

Porém, para quem já possui um bom histórico na área de atuação, pode conseguir obter melhores posições e salários. Nos Estados Unidos, Austrália e Canadá, o segmento de tecnologia cresce mais a cada ano, oferecendo excelentes oportunidades para trabalhadores estrangeiros.

Como colocar curso técnico no currículo em inglês?

No caso dos cursos técnicos, existe mais de um modelo de currículo em inglês. Você pode inserir na seção de educação e formação acadêmica ou somente mencionar na carta de apresentação. É recomendado informar a quantidade de horas e o local.

Preciso de um certificado de proficiência para conseguir um trabalho em inglês?

Não necessariamente, mas na maior parte dos empregos “registrados”, exige-se um bom grau de proficiência na língua.

Algumas vagas podem solicitar um certificado formal. Para isso, testes como o TOEFL e IELTS são os mais comuns e aceitos. Além disso, existem alguns sites ou serviços com o mesmo sistema de avaliação que também podem servir.

Como conseguir emprego em países de língua inglesa ainda estando no Brasil?

Algumas empresas multinacionais oferecem a possibilidade de aplicar para empregos em outros países. Assim, pode ser uma excelente oportunidade. Porém, se você já estiver de partida, pode tentar participar de processos seletivos online antes de viajar.

Mas o primeiro passo é escolher um dentre os nossos melhores modelos de currículos em lingua inglesa. Afinal, temos vários currículo em inglês exemplos e dicas para te ajudar a facilitar o processo de criação do seu CV e conseguir sua vaga.

Welder Resume EN Chicago.pdf

Welder Resume EN Prague.pdf Welder Resume EN Riga.pdf
Welder Resume EN Rotterdam.pdf Welder Resume EN Sydney.pdf

Artigos similares