Currículo de assistente de cozinha| Exemplos, modelos e dicas

O cargo de assistente de cozinha soa como uma ótima opção de trabalho para quem sempre se deu bem com as panelas e está em busca do primeiro emprego. Da mesma forma, buscar a função é uma boa alternativa para quem sonha em ter ou expandir uma carreira no ramo da gastronomia..

Classificação média para este modelo

5
Rated 5 out of 5
De 2 opiniões de clientes

Mas, independente de qual seja a motivação de cada um para buscar o trabalho, todos têm algo em comum: precisam de um bom currículo de assistente de cozinha para aumentar as suas chances de conquistar a vaga.

Introdução Por que o currículo de assistente de cozinha merece tanto cuidado?

Vale a pena dedicar tempo e atenção para escrever o CV de assistente de cozinha porque ele é o documento que apresenta o candidato aos recrutadores.

Por mais competente e ideal ao trabalho que você seja, não tem como deixar os recrutadores cientes das suas capacidades sem uma boa apresentação .

É através do currículo que o contratante pode ter uma noção do seu perfil profissional e entender que você pode ser uma boa escolha para a vaga. Portanto, além de selecionar bem as informações que precisa colocar no currículo para convencer o recrutador, é crucial saber como distribuir essas informações no currículo de assistente de cozinha.

Exemplo de currículo de assistente de cozinha

Ainda não sabe exatamente por onde começar? Um primeiro passo muito útil é dar uma olhadinha em alguns modelos de CV de assistente de cozinha, como:

João Mendes
São Paulo – SP
joão@candidato.com.br
(11) 1111-1111
linkedin.com/in/joãocozinheiro

ASSISTENTE DE COZINHA

OBJETIVO PROFISSIONAL

OU

RESUMO DE QUALIFICAÇÕES/RESUMO PROFISSIONAL

EXPERIÊNCIA

Janeiro 2020 – Março 2022
Assistente de cozinha
RESTAURANTE LE FOOD
São Paulo – Brasil

  • Ajuda na preparação de pratos e limpeza da cozinha

Janeiro 2018 – Dezembro 2020
Assistente de cozinha
RESTAURANTE BRASIL
São Paulo – Brasil

  • Degustador e limpador de pratos

EDUCAÇÃO

2017-2018
Curso de auxiliar de cozinha
Cozinha Cursos
São Paulo – Brasil

2014-2017
Ensino médio
Escola
São Paulo – Brasil

FORMAÇÃO COMPLEMENTAR

2017-2018
Curso de informática
Informática Cursos
Online

IDIOMAS

  • Português – nativo;
  • Inglês – Básico;
  • Espanhol – Básico;
  • Francês – Iniciante.

HABILIDADES

  • Cozinha internacional;
  • Auxílio na elaboração de cardápios;
  • Habilidades sociais.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Disponibilidade de horário: à disposição.
Carteira de Habilitação AB .

Exemplos de currículo de assistente de cozinha iniciante

O  CV de um assistente de cozinha sem experiência  deve ser um pouco diferente do  CV de um assistente de cozinha com experiência . Afinal, se ele não tem vivência no cargo, dar destaque a isso não vai ajudá-lo muito.

Assim, a saída é dar enfoque à parte da educação. Além de deixar claro que você tem o ensino médio completo, liste todos os cursos que já fez na área da gastronomia/culinária. Caso ainda esteja fazendo um ou mais cursos na área, vale a pena citá-lo e colocar a nomenclatura “em andamento” ao lado.

Como fazer um currículo de assistente de cozinha (com ou sem experiência)

Algo que vale tanto para quem tem experiência quanto para quem não tem, é a necessidade de parar, pensar na sua trajetória profissional e selecionar o que vale a pena adicionar no documento antes de efetivamente escrever o Currículo.

Isso deve levar em conta não apenas quem você é como profissional, mas também o cargo em questão. Por exemplo, as necessidades de uma vaga de assistente de cozinha em uma confeitaria são diferentes dos requisitos de uma vaga em um restaurante francês.

O que colocar no currículo de assistente de cozinha

Ao pensar no que colocar no documento, empregue a mesma organização que um assistente de cozinha precisa ter no seu dia a dia. Faça uma checklist, elenque as seções do CV de assistente de cozinha e tudo mais que você precisa para montar o seu currículo:

  • Escolha do modelo de currículo e apresentação visual;
  • Título: nome completo, cidade e estado onde mora, dados para contato e perfil no LinkedIn;
  • Posição desejada e objetivo profissional;
  • Resumo de qualificações/resumo profissional;
  • Experiência;
  • Educação/formação acadêmica;
  • Formação complementar;
  • Qualificações extras, como idiomas e informática;
  • Habilidades;
  • Informações adicionais.

Apresentação visual de seu CV

Embora o conteúdo seja a parte mais importante do currículo, pecar na apresentação visual pode ser uma péssima escolha. Um currículo bagunçado, difícil de ler, com erros gramaticais ou elementos visuais sem nexo pode ser descartado logo de cara.

Assim, antes de propriamente começar a escrever o currículo, você precisa ficar atento a alguns aspectos da apresentação visual do seu CV, como:

  • Não escrever mais do que uma ou no máximo duas páginas de currículo;
  • Use uma fonte profissional e fácil de ler, como Arial, Times New Roman, Helvetica ou Verdana;
  • Fonte: tamanho 11 ou 12. Para separar as seções do currículo, deixe cada título em negrito e aumente um pouco a fonte, 14 está de bom tamanho. Já o seu nome que aparece no começo do currículo deve ser destacado em letras grandes;
  • Escolha um tamanho de margem e use dos dois lados do currículo;
  • Os itens das seções experiência e educação podem ser listados em ordem de relevância para o cargo em questão;
  • Se quiser, inclua um elemento visual que remeta à culinária no seu CV, mas seja minimalista, não exagere;
  • Revise e corrija para evitar erros de português.

Para facilitar o processo e diminuir as chances de errar, use um dos nossos modelos de currículo. Depois de escolher um e editar com as suas informações, basta  baixar o modelo de CV de assistente de cozinha em formato PDF  e enviar.

Título e informações de contato

Se a organização é um atributo importante para o assistente de cozinha, ela também precisa ser empregada desde o currículo.

Até porque se o título e as informações de contato são os primeiros dados que alguém vê ao pegar o currículo, eles precisam ser fáceis de compreender. Pode parecer difícil errar, mas alguns descuidos podem atrapalhar.

Primeiramente, é preciso saber em qual ordem colocar essas informações. Por exemplo:

  • Nome completo;
  • Cidade/Estado;
  • E-mail;
  • Telefones;
  • LinkedIn.
Não é toda profissão que requer  a cidade/estado onde mora no currículo, especialmente para vagas de home-office. Mas, como o cargo de assistente de cozinha é presencial, vale a pena destacar que você mora na localidade do contratante.

Além de saber a ordem do título e informações de contato, é importante saber como dispor desses dados. O primeiro item, o nome, deve ser destacado em negrito, letras grandes e maiúsculas.

Logo abaixo, com a formatação padrão, coloque cada uma das outras informações em uma linha, o que deixa mais organizado e fácil de ler do que um texto corrido. Observe:

Fica bom

NOME DO PROFISSIONAL
Cozinheiro (a)
Cidade/País – Telefone – E-mail
LinkedIn – Instagram – Pinterest

Não fica bom

Nome do profissional
Rua, Número da casa, Bairro, Cep, Cidade, Estado. E-mail, Telefone.

Se tiver mais de um número de telefone, informe-os, pois se o contratante não te achar em um, pode te encontrar em outro. Não é necessário incluir foto no currículo, a não ser que o contratante peça.

Além disso, você não precisa fornecer o seu endereço completo, apenas a cidade e estado já serão suficientes, até por questões de segurança, principalmente se você for divulgar o seu currículo na internet.

Mostre sua experiência

Para um CV de assistente de cozinha com experiência, incluir o histórico profissional é fundamental para chamar a atenção do recrutador. Mas, lembre-se da dica de não ter um currículo muito longo, com uma ou no máximo duas páginas.

Se o seu histórico profissional for muito longo, faça uma seleção e inclua as experiências mais relevantes para a vaga em questão.

Após escolher quais trabalhos incluir no currículo, liste-os:

  • Mês/ano em que exerceu a função;
  • Cargo;
  • Nome do restaurante ou estabelecimento;
  • Local de trabalho;
  • Descrição do cargo.

Caso você ainda não tenha experiência….

Além de destacar a educação e colocá-la antes da experiência, inclua na seção experiência os seus trabalhos que tenham relação indireta com o cargo.

Por exemplo, se você já empreendeu na área da culinária, vendendo algum tipo de comida, inclua essa informação. Outra experiência útil para colocar no currículo é um trabalho em restaurante ou lanchonete, mesmo que não tenha sido na cozinha, como a função de garçom ou caixa.

Portanto, é útil incluí-los no seu currículo profissional e informar na descrição de funções desempenhadas de cada cargo as atribuições relacionadas à cozinha ou às habilidades que um assistente de cozinha precisa ter.

Algo que também ajuda é citar trabalhos voluntários relacionados à cozinha. Ao mencioná-los, use o mesmo formato de apresentação das outras experiências de trabalho e informe que foi voluntário.

Educação: como incluir sua formação

Para quem não tem muita experiência, mas fez e faz cursos na área, vale a pena citar a parte da educação antes da sessão da experiência, o que dará mais destaque para ela. Porém, mesmo para quem já tem experiência, é essencial incluir a sua formação no currículo de assistente de cozinha.

Afinal, a educação é importante tanto para qualificar um profissional, quanto para mantê-lo atualizado no mercado. Confira um modelo de descrição da formação no currículo:

  • Ano de início e de término do curso. Se for o mesmo ano, informe o mês de início e o de término. Se ainda não terminou o curso, escreva o mês/ano de início, seguido da frase “em andamento;
  • Nome do curso;
  • Nome da instituição onde fez o curso;
  • Cidade e país onde fez o curso ou se foi online.

Um item que não pode faltar na parte da educação é a conclusão do ensino médio. Caso tenha muitos cursos em culinária, faça uma seleção e informe os mais importantes para a vaga, especialmente se a inclusão de todos deixar o currículo longo.

Habilidades

Espera-se que um assistente de cozinha tenha habilidades técnicas como saber auxiliar o preparo dos alimentos, usar os utensílios da cozinha conforme as normas de segurança, ajudar na contagem e reposição do estoque e higienizar corretamente o local e os utensílios.

A habilidade com idiomas e programas de computador que o estabelecimento usa e o conhecimento em idiomas também são relevantes.

Ao mesmo tempo, é importante ter habilidades sociais como saber trabalhar em equipe, organização e agilidade. Se os dois tipos de habilidades são essenciais para o cargo, elas precisam aparecer em uma das seções do CV de assistente de cozinha.

A sugestão é abrir um tópico com a palavra “habilidades” destacada em negrito e letras maiúsculas. Então, faça uma lista com as suas habilidades, como no exemplo:

  • Organização;
  • Conhecimento em segurança alimentar;
  • Preparo de alimentos;
  • Agilidade;
  • Limpeza de utensílios e do ambiente;
  • Facilidade para trabalhar em equipe;
  • Proatividade;
  • Inglês intermediário;
  • Pacote Office;
  • Pontualidade.

Você também pode separar as habilidades sociais das técnicas em duas listas. Liste as habilidades relacionadas à sua experiência e formação, pois elas que atestam como você adquiriu tais habilidades.

Resumo profissional

O resumo profissional é um item que pode aparecer logo após o título e as informações de contato, como na  amostra de CV de assistente de cozinha  que vimos. A ideia é apresentar brevemente a sua trajetória profissional, em um parágrafo de três ou quatro frases.

Você pode incluir as seguintes informações no seu resumo profissional:

  • Anos de experiência onde trabalhou;
  • Principais habilidades;
  • Formação profissional;
  • Pontos fortes;
  • Certificados e informações complementares úteis ao cargo.

Objetivo profissional

Ele tem mais ou menos a mesma função do resumo profissional e também deve ser resumido em um parágrafo de três ou quatro frases. A diferença é que não dá tanto destaque à experiência, embora ela também possa ser citada.

Assim, usar o objetivo profissional no lugar do resumo é a solução para quem não tem muita experiência. Veja o que você pode descrever nele:

  • Alguma experiência (se tiver);
  • Formação e o que aprendeu com ela;
  • Habilidades;
  • Objetivos na profissão e como pode contribuir com a empresa.
  • Certificados e informações complementares úteis ao cargo.

Como o resumo e o objetivo são parecidos, escolha apenas um para usar no currículo para não ficar repetitivo e nem ocupar espaço demais.

Seções adicionais no CV de assistente de cozinha

O currículo de assistente de cozinha ainda pode contar com seções adicionais, como formação complementar e idiomas, que são funcionam como um excelente diferencial.

Idiomas

Conhecer idiomas estrangeiros é um diferencial importante, especialmente para estabelecimentos que recebem pessoas de outro país ou têm funcionários estrangeiros..

Você pode informar os idiomas que conhece na seção da formação complementar ou abrir um tópico exclusivo para os idiomas. A sugestão é listar o nome dos idiomas e informar ao lado o nível de habilidade nele:

  • Português – nativo;
  • Inglês – intermediário.

Formação complementar

O próprio nome já entrega: aqui você pode inserir os cursos que complementam a sua formação principal em culinária. Digamos que a vaga é para um restaurante que serve almoço, então, se você tem cursos em confeitaria, eles podem aparecer na formação complementar.

Mas, a seção não precisa englobar apenas os cursos ligados à culinária, você também pode colocar as qualificações com ligação indireta, como cursos de informática.

Informações adicionais

Se couber, você ainda pode enriquecer o seu currículo ao informar as suas áreas de interesse, seus projetos pessoais ou voluntários, algum prêmio que tenha ganhado na carreira ou em algum curso e o horário em que tem disponibilidade para trabalhar.

Resumo: guia de redação do CV de assistente de cozinha

Depois de tantas informações, o checklist abaixo vai ajudar a dar um norte na hora de escrever o seu currículo.

  • Modelo e apresentação visual do CV;
  • Título e informações de contato;
  • Posição desejada;
  • Resumo ou objetivo profissional;
  • Experiência;
  • Educação;
  • Formação complementar;
  • Idiomas;
  • Habilidades;
  • Informações adicionais.

Mais fácil que isso, só se você montar o seu CV com a ajuda do nosso construtor de currículo.

Complemente seu CV com uma carta de apresentação

Outra estratégia para melhorar as suas chances de conquistar uma vaga é entregar também uma carta de apresentação. Pense nela como um resumo ou objetivo profissional mais detalhado, porém não longo demais. A recomendação é que ela tenha três ou quatro parágrafos.

Recomenda-se personalizar a carta de apresentação para cada vaga a qual se candidatar, chamar quem vai receber o documento pelo nome e incluir informações sobre você que mostrem porque você é o candidato ideal para aquele cargo em especial.

Fontes consultadas:
Catho
Indeed

assistente de cozinha cv sem modelo de cv de experiência

Exemplos de currículo de assistente de cozinha escrever cv assistente de cozinha
modelos de cv assistente de cozinha cv assistente de cozinha com experiência

Artigos similares