Currículo de veterinário | aprenda como fazer e dicas

Para aprender como fazer um currículo de veterinário, é importante conhecer bem a carreira e as competências que ela possui. Assim, o médico veterinário é um profissional responsável pelos cuidados de saúde com todas as espécies não-humanas.

Classificação média para este modelo

5
Rated 5 out of 5
De 1 opiniões de clientes

Os salários para a categoria costumam variar, mas a média de remuneração para essas pessoas (segundo o conselho nacional de Medicina Veterinária) é de R$3.968,00. Atualmente, a classe teve um aumento significativo no número de profissionais formados.

Por isso é importante aprender como fazer um currículo de veterinário e se destacar dentro de um mercado de trabalho inflado. Então, se quiser ser um excelente candidato para os processos seletivos, continue conosco para conhecer as melhores dicas sobre esta tarefa.

Exemplo de currículo para médico veterinário

Para a profissão de médico veterinário, as habilidades são importantes. Como a área de trabalho é ampla, escolher um perfil mais focado pode ajudar. Afinal, se você quer trabalhar com clínica de grandes animais, as experiências nesse ramo precisam estar no documento.

Por outro lado, atuações na clínica de pequenos animais podem não ser tão relevantes para estar em destaque no currículo. Assim, no caso de ter boas referências anteriores, escolha conceitos para adicionar de acordo com o cargo para o qual irá se candidatar.

👉 Para ajudar um pouco mais, separamos um exemplo de currículo veterinário:

Helena Motta Lima
Médica Veterinária
+55 (54) 99654-5214
helenamottavet@gmail.com
https://www.linkedin/in/helenamottalima

Resumo de qualificações
Médica Veterinária com graduação pela UNESP, com 2 anos de experiência em clínica médica e cirúrgica de pequenos animais. Especialização em Cirurgia abdominal e torácica pela UNIFESP, e residência médica cirúrgica pelo programa da UNESP. Ganhadora do prêmio Inovação Científica em 2019, pelo trabalho com técnicas de correção de shunt portossistêmico.

Experiência
Estágio de Clínica Médica de pequenos animais – HOVET da UNESP (SP)
2013 – 2017

  • Auxílio nos atendimentos e tratamentos de doenças;
  • Preenchimento de fichas clínicas (documento oficial);
  • Realização de pequenos procedimentos (aplicação de medicamentos, punção venosa, curativos);
  • Auxílio na orientação aos tutores sobre a saúde dos pacientes;
  • Acompanhamento de cirurgias (abdominal e torácica);
  • Instrumentação cirúrgica;
  • Discussões de casos clínicos para diagnóstico diferencial em medicina veterinária.

Residente em Clínica Médica e Cirúrgica de pequenos animais – HOVET da UNESP (SP)
2018 – 2021

  • Realização de cirurgias com supervisão;
  • Atendimento dos pacientes no hospital;
  • Elaboração de diagnósticos e prescrição de tratamentos;
  • Acompanhamentos e retornos de pacientes;
  • Elaboração de tese final para conclusão de residência em medicina veterinária.

Educação

Graduação em Medicina Veterinária  – Universidade Estadual de São Paulo (UNESP)
2012 – 2017

Ensino médio – Escolas Cardoeiro – Cidade de São Paulo/SP
2009 – 2012

Habilidades

  • Excelente comunicação oral e escrita;
  • Inglês avançado (A1);
  • Cursos em saúde pública;
  • Bom trabalho em equipe;
  • Domínio de raciocínio lógico;
  • Conhecimento em informática e tecnologia;
  • Curso de excelência em atendimento.
Observe que os conceitos, habilidades e experiências de medicina veterinária estão todas direcionadas para uma área em específico. Além disso, mantenha a linguagem formal, usando a técnica sem exagerar na hora da redação do seu documento.

Outro ponto importante é saber como colocar a educação no currículo de médico veterinário. Não esqueça de adicionar a carga horária da graduação, pós e dos cursos adicionais que incluir para complementar sua qualificação e garantir a contratação que você busca.

Modelo de currículo para medicina veterinária

Porém, se você ainda não tem experiência na área, pode criar um currículo de veterinário recém formado. Assim, o foco é maior na capacitação teórica e habilidades comportamentais, que podem ajudar na busca.

Portanto, não se preocupe com a falta de experiência na medicina veterinária. Afinal, muitas empresas contratam profissionais com graduação recente para modalidades de trabalho trainee ou júnior. Mas mesmo assim, os recrutadores avaliam habilidades úteis para a contratação.

👉Então, veja um currículo para médico veterinário sem experiência na área ainda:

Alfredo Oliveira Júnior
Médico Veterinário
+55 (51) 9754-5655
Alfredoliveirajr@gmail.com
https://www.linkedin/in/Alfredoliveirajr

Resumo de qualificações
Profissional competente e comprometido com o bom andamento das rotinas laborais na medicina veterinária Em trabalhos anteriores, executei funções e tarefas que demandam conhecimento da estrutura e funcionamento da profissão e ajudaram inclusive nas competências durante a graduação.

Procuro uma oportunidade de executar os conhecimentos e potencial adquiridos durante  a graduação. Sou um profissional dedicado e organizado, que pretende colaborar também para o crescimento da empresa.

Experiência
Auxiliar de laboratório – Grupo Andradas editoriais (Campinas/SP)
2016 – 2017

  • Auxílio em campanhas de saúde pública;
  • Ajuda dentro do laboratório, quando haja necessidade (tratamentos);
  • Utilização da tecnologia de coleta;
  • Realização de orientações gerais sobre saúde humana e doenças;
  • Elaboração de relatórios sobre doenças infecciosas;
  • Pesquisa de CNPJ e documentação dos fornecedores.

Educação
Graduação Medicina veterinária – Universidade de São Paulo (USP)
2013 – 2018 (4000 horas)

Habilidades

  • Comunicação oral e escrita;
  • Colaboração;
  • Autogestão;
  • Raciocínio lógico;
  • Criatividade;
  • Trabalho em equipe.
  • Domínio de conhecimento em Informática.

Atenção para as áreas de habilidades neste modelo de currículo, bem como o resumo profissional. A intenção aqui é valorizar seus pontos fortes, criando um bom perfil, o que a maioria dos processos seletivos de medicina veterinária exige dos candidatos nesta carreira.

Além disso, não esqueça de rever bem seus contatos profissionais e identificação. Mantenha seus alias sempre focados na seriedade que a situação exige, evitando dados que possam passar um ar de informalidade ou falta de comprometimento com a profissão.

O que colocar em um currículo de veterinário

Como mencionamos, é fundamental selecionar com cuidado o que colocar em um currículo de veterinário. Se houver dúvida, faça o exercício de pensar em tudo o que aprendeu durante a graduação em medicina veterinária, e como é a rotina de um profissional dessa área.

Então, você pode perceber quais são as qualificações que deixam um candidato mais interessante aos olhos dos recrutadores na leitura do résumé. Por isso, confira alguns exemplos de dados para adicionar em seu CV:

  • Prática em estágios ou atuação na área;
  • Participação em campanhas de vacinação ou mutirão de castrações (mesmo como estágio);
  • Graduação e pós graduação, com campos de ação;
  • Atividades curriculares relevantes durante a graduação de medicina veterinária;
  • Cursos livres, de extensão, workshops com carga horária maior do que 30 horas;
  • Atuação como profissional autônomo, com CNPJ (cargo similar ou campos similares, indicar cidade e Estado);
  • Prêmios, reconhecimentos ou menções relevantes para a atuação.

Além disso, aproveite para incluir os programas ou iniciações científicas em medicina veterinária dos quais participou. Outro ponto, dependendo do segmento da veterinária que você atuará, são as publicações, participações acadêmicas e contribuições científicas durante ou após a graduação.

Apresentação visual de seu CV

Outro ponto importante de considerar bem é a apresentação visual de seu currículo para veterinário. É preciso manter a seriedade que a profissão exige, mas também acrescentar elegância e criatividade que o mercado busca.

Pense que o primeiro indicador do seu perfil profissional é o visual, é seu marketing pessoal. Assim, não seria diferente quando os recrutadores fazem a leitura do seu currículo. Mantenha a atenção em alta para a linguagem, erros de português ou eventuais informalidades.

⚠️Atenção: A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) possui alguns parâmetros para em relação à produção de currículos. Vale a pena seguir as orientações oficiais, deixando seu CV o mais completo possível, mas sem estar fora das regras para este tipo de documento.

Cabeçalho e contatos

No cabeçalho ficam as principais informações de contato do candidato a uma vaga. Elas servem para os recrutadores encontrarem e conseguirem se comunicar com você. Por isso, só insira dados válidos e aos quais tenha acesso.

Além disso, cuidado com contatos informais, que podem passar a imagem de desleixo ou falta de seriedade. Escolha e-mails e redes sociais que agreguem ao seu currículo, sem ter práticas que possam desabonar sua candidatura.

A seguir, confira um modelo de como inserir seus dados em um cabeçalho de currículo 👇:

Cabeçalho Recomendado
Helena Motta Lima
Médica Veterinária
+55 (54) 99654-5214
helenamottavet@gmail.com
https://www.linkedin/in/helenamottalima

Ainda, veja também como não colocar suas informações nessa seção do CV:

Cabeçalho Incorreto
Veterinária
Helena Motta Lima
Rua Vinte e três de maio, N° 43
Solteira, 28 anos, apaixonada por cães
heleninhadogshow@gmail.com
Telefone (54) 99654-8541
https://www.linkedin/in/heleninhasz

Observe que algumas informações estão sem necessidade em um cabeçalho que precisa conter somente contatos. Além disso, o email e redes sociais estão muito informais, sem a devida seriedade que um processo de recrutamento exige.

Adicione suas experiências como médico veterinário

Agora é um dos momentos mais importantes durante a criação de um currículo. Afinal, as experiências são uma parte fundamental para a medicina veterinária. Certos procedimentos só podem ser executados depois de muita prática e correção de técnicas.

Então, confira algumas dicas do que você pode adicionar em seu CV de veterinário:

  • Residência em áreas médicas e cirúrgicas;
  • Estágio realizado durante a graduação (ou posterior);
  • Participação e instrumentação em cirurgias;
  • Locais onde atuou (com cargo similar, utilizar cidade e estado);
  • Eventos em instituições (campanhas de vacinação e castração);
  • Publicação de trabalhos acadêmicos com coleta de dados em campo;
  • Publicação de pesquisas realizadas na área.

Mas se ainda não possui experiência na área

Os veterinários recém formados podem ter um pouco mais de ansiedade na hora de criar esta parte. Porém, não é preciso se preocupar tanto. Afinal, várias empresas contratam profissionais que ainda estão aprendendo a profissão.

O mais importante nessa hora é saber como fazer seu próprio marketing. Durante a graduação, você aprende as competências que te abrem portas no mercado de trabalho. Para criar um currículo adequado, é só saber como inserir e descrever essas informações.

Confira um modelo de como inserir suas referências anteriores:👇

Exemplo Correto
Auxiliar de laboratório – Empresa X
2013 – 2014
  • Realizei triagem de coletas e identificação de amostras;
  • Redigi laudos e resultados de exames, inserindo no programa da empresa
  • Realizei postagens na rede social oficial sobre campanhas de doação de sangue e saúde pública
Aprenda também como não inserir suas realizações profissionais no currículo:
Exemplo Incorreto
Recepcionista – Empresa X
2013 – 2014
  • Triagem
  • Entrada de laudos
  • Posts em redes sociais

Veja que as descrições precisam ser objetivas, porém detalhadas. É importante mostrar ao recrutador, durante a leitura, que você já executou tarefas que exigiam habilidades básicas funcionais para o cargo que quer ocupar, capriche nas informações.

Insira suas habilidades e aumente sua qualificação

Hoje, existem vários tipos de habilidades que as empresas valorizam. Elas traçam um perfil profissional dos médicos veterinários humanistas, que vão além apenas do diagnóstico com animais. Por isso, a preferência é para quem supre a maior parte delas.

👉Na hora de inserir em seu currículo, veja algumas das habilidades que o mercado de trabalho mais aprecia nesta área:

Habilidades comportamentais  (soft skills) de veterinários

  • Comunicação oral;
  • Trabalho sob pressão;
  • Trabalho em equipe;
  • Colaboração;
  • Criatividade;
  • Autogestão;
  • Boa logística;
  • Comunicação escrita.
  • Raciocínio lógico.

Habilidades técnicas (hard skills) de veterinários

  • Graduação;
  • Cursos complementares;
  • Estágios;
  • Habilidades manuais;
  • Lógica clínica;
  • Boa interpretação;

Resumo profissional para currículo de veterinário

O resumo profissional também pode ajudar bastante durante seu processo seletivo. Ele é uma síntese de sua atuação e realizações mais importantes. Portanto, mantenha o foco no que é mais indicado para a vaga que será candidato.

👉Assim, confira um modelo de como fazer um bom resumo profissional:

Exemplo Correto

Médica Veterinária com graduação pela UNESP (SP), com 2 anos de experiência em clínica médica e cirúrgica de pequenos animais. Especialização em Cirurgia abdominal e torácica pela UNIFESP, e residência médica cirúrgica pelo programa da UNESP (SP). Ganhadora do prêmio Inovação Científica em 2019, pelo trabalho com técnicas de correção de shunt portossistêmico.

Além disso, aprenda também o que não fazer na hora de procurar um trabalho na área de saúde animal, veja o modelo:

Exemplo Incorreto
Apaixonada por animais, cursei Medicina Veterinária na Universidade Anhembi Morumbi. Adoro trabalhar com cães e gatos, tenho uma facilidade imensa nessa área. Aprendi muito durante a graduação, em especial a parte de cirurgias. Sou especializada na área, e tenho o sonho de trabalhar como cirurgiã volante. Tenho curso de emergência e monitoramento.
🎁Dica extra: Crie sempre um resumo profissional que seja parelho com o tipo de vagas de empregos que quer aplicar. Por isso, o mais indicado é fazer um resumo profissional para cada tipo de recrutamento.

Além disso, se quiser partir para a busca direto no mercado, não perca outras dicas sobre como fazer um currículo e procurar emprego. Separamos ótimas sugestões para te ajudar no processo de encontrar um novo trabalho em várias áreas.

Seções adicionais

Ainda, para incrementar um pouco mais suas habilidades e qualificações, é possível incluir seções adicionais em seu CV. Elas ajudam os recrutadores a conhecer melhor seu perfil na hora da leitura, níveis de proficiência e ramo de atuação durante a busca por uma contratação.

Portanto, confira quais as melhores seções adicionais para incluir em seu currículo de veterinário:

Curso complementare

Um dos pontos mais indicados para inserir nesse tipo de  currículo é o complemento de extensões. Assim, os cursos e especializações ajudam a “afunilar” seu conhecimento, já que existe uma infinidade de segmentos dentro dessa profissão.

Atualmente, as universidades e instituições privadas possuem vários tipos diferentes de cursos de especialização. Você pode escolher um ramo e se tornar cada vez mais expert, deixando seu currículo muito mais completo que os outros candidatos.

👉 Confira alguns exemplos de curso de especialização que podem ajudar a agregar conhecimento:

  • Manejo e alimentação de animais selvagens;
  • Cirurgias abdominais em pequenos animais;
  • Manejo, alimentação e bem estar de grandes animais;
  • Criação e manejo de biotérios com animais para fins acadêmicos;
  • Cuidados intensivos e emergências em pequenos animais.

E ainda existem diversos outros tipos de cursos que você pode utilizar para agregar mais qualificações. Mas não deixe de pensar em qual ramo você quer atuar, utilizando esses conteúdos para fazer seu currículo brilhar.

Idiomas

Outra seção adicional que você pode inserir é o nível de fluência em idiomas. Para carreiras acadêmicas ou de pesquisa na medicina veterinária, saber mais de um idioma é praticamente um requisito básico.

Confira como escrever os idiomas da forma correta em seu currículo: 👇

  • Português: Nativo
  • Inglês: Fluente
  • Espanhol: Intermediário
  • Francês: Básico
🛑 Cuidado: Não cometa o erro de aumentar seu grau de proficiência ou inventar idiomas que não fala. O recrutador pode engajar uma conversa em língua estrangeira para testar seu grau de conhecimento. Por isso, se atenha à realidade e não exagere nessa seção.

Interesses

Por fim, nas seções adicionais também é possível acrescentar os interesses em seu currículo. Esta parte serve para colocar outros dados sobre você: preferências, hobbies, atividades extracurriculares que sejam relevantes para a área.

Ou seja, nada de acrescentar o campeonato de bocha aos seus interesses. Você precisa selecionar pontos em comum para a medicina veterinária e o trato com os animais. O formato pode variar de acordo com as vagas de empregos.

Dicas para otimizar seu currículo

Então, separamos também algumas dicas que podem ajudar na hora de criar seu currículo de veterinário. Assim, elas podem te ajudar a conhecer as métricas e regras básicas para confecção de um bom CV:

  • Organize bem as informações, sem misturar;
  • Separe em seções com uma ordem lógica;
  • Não crie currículos com mais de uma folha;
  • Tome cuidado com a linguagem, adapte de acordo com o cargo;
  • Não insira fotos ou imagens ao longo dos currículos;
  • Siga as normas de formatação para currículos segundo a ABNT;
  • Deixe nomes e cargos anteriores em evidência.

Ainda, lembre sempre de criar um formato de currículos específicos para cada vaga. As pessoas e empresas valorizam profissionais que não entregam CVs genéricos e padronizados. Então, pesquise bem sobre seu futuro local de trabalho, missões e valores antes de começar a escrever o seu.

Resumo de como fazer currículo de veterinário passo a passo

Por fim, criamos também um resumo, para facilitar na hora de criar um currículo de veterinário. Aproveite para fazer um check list e verificar se não esqueceu de inserir alguma informação, ou se existem dados que podem atrapalhar sua candidatura:

  • Cabeçalho: Contatos do profissional e breve resumo das qualificações
  • Apresentação: Objetivo e capacitação na área
  • Experiência: Funções que desempenhou em outros locais (relevantes para o cargo)
  • Educação: Escolas, Graduação com carga horária e pós graduações (/Cidade e Estado)
  • Habilidades: soft skills (comportamentais) e hard skills (técnicas)
  • Idiomas: Nível de fluência em línguas estrangeiras
  • Certificados: Cursos pertinentes para a área e especialização
  • Voluntariados: ONGs e NPOs
  • Prêmios: Realizações, prêmios, entrevistas, reconhecimentos (todos relacionados à área de interesse ou habilidades úteis para esta)
  • Interesses: Hobbies relacionados à área, preferências, atividades extracurriculares

Ainda, se quiser facilitar um pouco mais, pode usar um modelo currículo médico veterinário para criar o seu. Deixamos os melhores estilos e configurações para você conhecer, clicando aqui. Torne o processo seletivo menos estressante e garanta melhores chances utilizando esses modelos.

Melhore o seu CV usando uma carta de apresentação

Além disso, você também pode incluir como sessão adicional, uma carta de apresentação. Ela serve para o recrutador conhecer um pouco mais sobre você e suas qualificações. É importante colocar dados que possam melhorar ainda mais o seu perfill.

Por isso, utilize a estratégia na hora de escrever essa parte do seu CV. Aproveite para complementar as seções adicionais que são mais resumidas. Além disso, mantenha a mesma forma de escrita, adaptando o formato para a vaga em questão.

📌Dica: Não existe boa carta de apresentação sem um bom currículo. Por isso, todo o conteúdo precisa ser otimizado de forma adequada. Não adianta focar somente em criar essa seção, e não caprichar nas experiências ou habilidades. Se tiver dúvidas, peça a alguém para ler seu currículo e dar um feedback sobre o documento.

Perguntas mais frequentes

Então, para resolver de uma vez todas as dúvidas que sobrarem, separamos algumas perguntas frequentes de pessoas, com relação ao currículo de veterinário. Portanto, não deixe de conferir os próximos tópicos e começar sua carreira com o pé direito, ao criar seu documento e ter mais chances de contratação.

Como fazer currículo de auxiliar veterinário?

No caso de um currículo para auxiliar de veterinário, as competências teóricas são importantes. Porém, a experiência prática pode tornar você um candidato mais atrativo. Então, capriche nas experiências e estágios realizados, que podem ajudar a melhorar ainda mais seu modelo de CV.

O que colocar no objetivo do currículo de um veterinário?

A carreira da medicina veterinária é muito ampla, o objetivo para cada vaga de emprego pode variar no documento. Dessa forma, as metas que você estipula como profissional são diferentes em cada tipo de trabalho. Conheça bem a empresa na qual quer entrar, adaptando o formato para ela.

Mas se precisar de uma ajuda, você pode conhecer os melhores modelos de currículo de veterinários em nosso site. Deixamos vários designs e fontes para ajudar pessoas, na hora de fazerem a carreira decolar, aproveite e comece agora mesmo a montar seu CV, com grandes chances de emprego.

Faça agora o download de seu currículo veterinário

 

nenhuma experiência cv para veterinário escrever cv veterinário
modelos veterinários de cv Exemplos de currículo veterinário

Artigos similares