Currículo de programador | Exemplos e modelos

Programador é o profissional responsável pela criação de programas, aplicativos e softwares eletrônicos. Para conseguir uma oportunidade neste cargo, é preciso ir além da graduação, criando um currículo de programador que atraia os olhares dos empregadores.

Classificação média para este modelo

5
Rated 5 out of 5
De 1 opiniões de clientes

Afinal, com o aumento da demanda por este tipo de profissional, é importante aprender como se destacar. Só em 2020, houve um crescimento de 87,3% dos profissionais deste ramo, segundo pesquisa divulgada pela CNN, com um salário médio de R$2.774,00.

Nessa hora, é fundamental conhecer o que o mercado espera dos candidatos, criando um bom conteúdo para seus currículos. Se quiser entender por onde começar e como melhorar suas chances de encontrar uma vaga em empresas do ramo, vamos explicar as etapas neste artigo!

Exemplo de currículo de programador web

Para começar a encontrar vagas de emprego em boas empresas, é bom focar em seu curriculum vitae. É através dele que o empregador verifica suas experiências e capacitações anteriores. O acesso a seu novo emprego começa com uma boa apresentação.

Deixamos um modelo de currículo de programador para você entender qual o conteúdo que pode ser incluído em seu documento:

Camilla Silva Santos
Programadora
+55 (21) 98123-5345
camillassantos@gmail.com
https://www.linkedin/in/camilassantos

Resumo de qualificações
Programadora com graduação pela UFRJ, com 2 anos de experiência na empresa Ademicron, com linguagem C++, cookies em C#, Javascript e Python. Especialização em segurança tecnológica, com excelente domínio de inglês, espanhol e alemão. Bons resultados com aprimoramento na velocidade de testes e elaboração de softwares corporativos.

Experiência
Estagiária de programação – Google
2018 – 2020

  • Ajuda na elaboração de planos de ação do setor;
  • Auxílio help desk como suporte para outros funcionários;
  • Entrada e saída de correspondências e documentos do setor;
  • Cumprimento de ordens de serviço
  • Auxílio no gerenciamento das redes sociais da empresa
  • Controle no recebimento de cookies e spam;
  • Configurações de rede interna e acesso local;

Programadora – Empresa Ademicron
2020 – 2022

  • Testes de velocidade em programas.
  • Acesso e correção de softwares corporativos.
  • Planejamento e gestão de data na plataforma da empresa.
  • Gestão do site e plataforma corporativos, gerenciamento;
  • Manipulação e rastreamento de cookies;
  • Gestão nos softwares de segurança da informação.
  • Relatórios de efetividade e desenvolvimento.
  • Taxa de 93% de aprovação dos clientes para programas produzidos.

Educação
Graduação em Ciência da Computação – Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
2012 – 2016

Ensino médio – Escola Parque – Gávea/RJ
2013 – 2016

Habilidades

  • Conhecimento avançado linguagens de programação (CSS, C++, Javascript);
  • Inglês fluente (A2);
  • Excelente redação e conhecimento ortográfico;
  • Boa comunicação oral;
  • Manipulação de cookies em C#;
  • Excelente domínio da lógica de programação;
  • Boa capacidade de relação interpessoal;
  • Alta capacidade de resolução de problemas;
Este também pode ser um bom exemplo caso você queira criar um currículo de desenvolvedor autônomo. Porém, não esqueça também de adicionar um portfólio pessoal com comprovações das realizações que você teve na carreira, para se destacar dos outros candidatos.

Além disso, é importante não inserir pretensão de salário ou qualquer relação a valores em seu currículo. Isso pode soar mal, e até mesmo invalidar sua candidatura dentro dos processos seletivos.

Exemplo de currículo de programador júnior

Mas se você ainda não trabalhou na área, e precisa de auxílio na criação do seu currículo profissional, também é possível. Mesmo sem experiência, algumas empresas oferecem cargos de trainee ou com o nome de profissional “júnior”, para quem quer começar, com um salário mais baixo.

O mais importante nessa hora é focar nas competências e habilidades técnicas e pessoais. Assim, pode tornar seu CV mais atrativo. Confira um exemplo de currículo de um programador, que criamos para você se orientar:

Gabriel Farias
Programador
+55 (21) 98532-7322
GaFarias@gmail.com
https://www.linkedin/in/gabrielfariass

Resumo de qualificações
Profissional competente e comprometido com o bom andamento das rotinas laborais. Em trabalhos anteriores, executei funções e tarefas que demandam conhecimento da estrutura e funcionamento tecnológico e ajudaram inclusive nas competências durante a graduação.

Procuro uma oportunidade de executar os conhecimentos e potencial adquiridos durante  a graduação. Sou um profissional dedicado e organizado, que pretende colaborar também para o crescimento da empresa.

Experiência
Auxiliar administrativo – Telemar comunicações
2016 – 2017

  • Organização de arquivos e documentos;
  • Auxílio na gestão de data dentro da empresa;
  • Atendimento telefônico e recepção;
  • Alimentação de dados no sistema da empresa;
  • Identificação e resolução de problemas básicos no software da empresa;

Educação
Graduação em Ciência da Computação – Universidade Federal Fluminense (UFF)
2013 – 2017 (2330 horas)

Trabalhos voluntários
Cybercom – Empresa de tecnologia
2017

Habilidades

  • Habilidade com linguagens de programação: Java e S (conhecedor), Python e CSS (forte)
  • Manipulação de Cookies em C#
  • Gestão de site corporativo
  • Inglês avançado (A1)
  • Resolução de problemas;
  • Boa relação e colaboração em equipe;
  • Configurações de rede e sistemas.

Assim, você pode fazer o seu o modelo de currículo de programador com base no exemplo que deixamos aqui. Porém, mantenha sempre suas habilidades atualizadas de acordo com a necessidade de cada vaga.

Como fazer um currículo de programador

Agora que você já conhece o modelo de currículo para programador, que tal conhecer mais algumas informações para a escrita do seu? Para se mostrar como um profissional competente, é bom inserir dados relevantes para seu perfil.

Nessa hora, dê um foco especial para o que você apresenta de qualidades e habilidades técnicas. No caso da programação, mostre as linguagens que domina e os tipos de especialidades. Quanto mais demanda, mais você se torna um profissional atrativo.

No geral, também existem alguns pontos importantes para incluir (ou evitar) em seu curriculum vitae. Confira alguns dos principais e não erre mais na elaboração de suas apresentações para candidatura:

  • Evite linguagem excessivamente formal, opte por uma abordagem mais técnica;
  • Não insira dados que não serão relevantes para o cargo;
  • Se aprofunde em suas experiências anteriores;
  • Crie um bom layout, atrativo sem exagerar;
  • Crie um objetivo pessoal para cada vaga que se candidatar.

Outro ponto importante é sempre ler o que a vaga exige. Assim, você pode adaptar seu currículo para que ele seja mais interessante e se destaque. Afinal, você não quer que os recrutadores deixem de ler na metade, certo?

O que colocar no currículo de programador

No caso de um currículo de programador pronto, você precisa focar também nos conhecimentos que adquiriu durante a graduação. Além disso, como existem muitas linguagens, você pode ter mais ou menos afinidade com algumas.

Portanto, na hora de inserir em seu currículo, foque bastante nas linguagens e competências que você se destaca. Veja como elas são relevantes para o cargo e apresente as que tiverem maior relação.

Não esqueça de incluir também as realizações que tiver no universo da tecnologia. Lembre que essa é a parte onde seu currículo deve se destacar. Então, mesmo que você não seja especialista em um tipo de linguagem, inclua em seu currículo como conhecedor.

Algumas dicas importantes na hora de montar suas habilidades no currículo:

  • Insira a carga horária do curso que realizou;
  • Coloque graus de conhecimento (forte, conhecedor) em cada linguagem;
  • Insira também Soft skills, não foque somente na tecnologia;
  • Não se autodenomine especialista, e mostre que está sempre aberto ao aprendizado.

Apresentação visual de seu CV

Como profissional da área de tecnologia, um currículo não pode ter um visual fora do senso de “atualização” ou “inovação”. Porém, muitos candidatos podem cair no excesso por conta dessa necessidade de passar uma personalidade através do design ou usando um gerador de CV ruim.

Mantenha a criatividade em alta, sem nunca esquecer da formalidade que a situação exige. Seu entrevistador precisa entender e perceber todas as informações de maneira clara, evite inserir muitas palavras juntas ou fontes confusas (no máximo Arial, Times New Roman ou Gill Sans).

⚠️Atenção: Não insira fotos pessoais ou 3×4 em seu currículo, a não ser que seja uma exigência no processo seletivo. Na dúvida, sempre confira as instruções para cada vaga.

Título e informações de contato

A primeira parte do seu currículo é a identificação. É através dela que você disponibiliza canais de comunicação com quem irá te contratar. Durante o preenchimento, é importante manter a objetividade e focar nas informações necessárias.

Alguns detalhes não precisam ser incluídos, ou não têm relevância para esta parte do currículo de programador.

Assim, você otimiza as informações que estarão em seu cabeçalho. Afinal, é uma parte reservada para que o empregador possa te encontrar e ver mais sobre você. Outras informações adicionais podem ser perguntadas durante a entrevista.

Nessa hora, menos é mais, não encha de dados que não são relevantes como forma de te contatar. Então, confira abaixo um exemplo de cabeçalho correto, que facilita a melhora da maneira como você se apresenta e informa seu contato profissional:

Cabeçalho Recomendado
Camilla Silva Santos
Programadora
+55 (21) 98123-5345
camillassantos@gmail.com
https://www.linkedin/in/camilassantos

Veja também a maneira incorreta de colocar suas informações e contatos no cabeçalho:

Cabeçalho Incorreto
Programadora
Camilla Silva Santos
Avenida Nove de Julho, N° 258
Solteira, 27 anos
camillassantos@gmail.com
Telefone (21) 98123-5345
https://www.linkedin/in/camilassantos

Separamos algumas dicas básicas para você entender a ordem e o que inserir para iniciar seu CV:

  • Adicione contatos profissionais: e-mail, telefone e Linkedin (rede social de profissional, se tiver);
  • Crie um email corporativo, cuidado com alias informais;
  • Mantenha as informações objetivas;
  • Deixe seu nome em destaque no currículo;
  • Comece sempre por seu nome;
  • Pense sempre no que é importante saber sobre seus contatos.
  • Não coloque informações em excesso, use somente uma página;

Detalhe suas experiências como programador

Essa é a parte onde você agrega valor ao seu currículo. Não deixe de colocar as participações tecnológicas que possui em empregos anteriores. Confira algumas dicas do que inserir:

  • Estágios e especializações na área;
  • Trabalhos voluntários em empresas do ramo;
  • Habilidades específicas ou de maior afinidade;
  • Competências de Web Designer;
  • Prêmios ou realizações durante a graduação;
  • Programação de aplicações e jogos mobile;
  • Elaboração e gerenciamento de site e softwares;
  • Experiências front end e back end, cookies e personalização em páginas ou navegador;
  • Gerenciamento em redes sociais.

Caso você ainda não tenha experiência

Se você ainda não conseguiu seu primeiro emprego na área, não se preocupe. Afinal, em algum momento vai precisar começar e garantir o pontapé inicial no mercado de trabalho. Nessa hora, algumas ações podem facilitar o processo.

Uma delas, é melhorar as descrições de experiências em seu currículo de programador. Assim, pode expressar em palavras, de forma coerente e objetiva, as habilidades e pretensões para o cargo ao qual pretende se candidatar.

Confira um exemplo correto de como inserir essas informações ao redigir seu CV:

Exemplo Correto
Auxiliar administrativo – Empresa X
2017 – 2020
  • Realizei o gerenciamento das informações no software da empresa
  • Efetuei a resolução de problemas relacionados à área técnica
  • Obtive taxa de 93% de satisfação dos clientes com relação ao atendimento e resolução de problemas
Aprenda também como não inserir suas realizações profissionais no currículo:
Exemplo Incorreto
Auxiliar administrativo – Empresa X
2017 – 2020
  • Gerenciamento
  • Resolução de problemas
  • Satisfação dos clientes

Educação: como incluir sua formação

Para exercer esta profissão, é preciso ter formação nas áreas de: Ciência da Computação, Tecnologia da Informação ou similares. Então, você precisa discriminar isso em seu currículo, para que o empregador saiba que está apto para a contratação.

👉 Confira algumas dicas para incluir sua educação:

  • Coloque a carga horária do curso e a identificação;
  • Insira a instituição de ensino onde está cursando ou concluiu;
  • Informe o ano de conclusão ou coloque “em andamento”;
  • Adicione o curso e especializações da mesma maneira;
  • Ordene as qualificações de acordo com o ano de conclusão.
Educação no currículo - maneira correta
Graduação em Ciência da Computação – Universidade Federal Fluminense (UFF)
2013 – 2017 (2330 horas)

Veja também a maneira incorreta inserir sua educação no currículo:

Educação no currículo - maneira incorreta
Faculdade de Ciência da Computação
2013 – 2017

Fortaleça seu CV adicionando suas habilidades

No caso de um programador, não se consegue vagas de emprego somente com as hard skills (competências técnicas). Assim, não basta ser excelente com o computador, mas ter relações pessoais ou colaborativas ruins.

Na hora de colocar em seu currículo, pense em como você costuma conviver no ambiente de trabalho. Assim, coloque o foco em suas habilidades pessoais também, separando-as das técnicas.

Dessa maneira, você mostra que é um bom profissional e pode colaborar também com o coletivo da empresa. Confira algumas sugestões de soft e hard skills

Habilidades comportamentais (soft skills)

  • Comunicação;
  • Responsabilidade;
  • Autogerenciamento;
  • Disciplina;
  • Resolução de problemas;
  • Determinação;
  • Colaboração.

Habilidades técnicas (hard skills)

  • Capacidade analítica de problemas;
  • Conhecimento em linguagens front end e back end (C#, Node, Java, etc);
  • Escrita impecável;
  • Lógica de programação;
  • Manipulação de cookies;
  • Elaboração de site;
  • Idiomas;

Resumo profissional para currículo de programador

O resumo profissional do seu currículo é a síntese de tudo o que você já fez em suas experiências anteriores. Portanto, evite informações pessoais e dê preferência para informações que podem ser úteis para a vaga.

Confira alguns exemplos de como inserir e como não inserir seu resumo pessoal:

Exemplo Correto
Programador com 2 anos de experiência na área nas linguagens C++, C#, Java e Python e manipulação de cookies. Curso de especialização em segurança da informação, com excelente domínio de inglês, espanhol e alemão. Bons resultados com aprimoramento na velocidade de testes e geração de software corporativo
Exemplo Incorreto
Profissional que é apaixonado por jogos eletrônicos, vídeos e videogames. Adoro estar junto de pessoas e quero muito colaborar com o ambiente de trabalho trazendo profissionalismo e alegria e muita atividade.
🎁Dica extra: Atenção, pode ser importante criar um resumo profissional específico para cada candidatura. Então, antes de criar o seu, pesquise sobre o perfil da empresa e veja quais características suas estão de acordo com o segmento, valores e cargo disponível.

Se precisar de outras dicas para áreas de tecnologia, confira também como criar um currículo de designer gráfico. Separamos dicas incríveis para te ajudar nessa hora e alcançar seu objetivo com nosso gerador de CV.

Seções adicionais

Ainda, se um candidato a uma vaga de programação precisar, também pode incluir dados adicionais ao conteúdo. Afinal, existem outras informações que podem facilitar para se diferenciar de outros candidatos no processo seletivo.

Porém, a regra de ouro continua sendo: sempre alinhe o perfil do seu CV com os anúncios de cada oportunidade. Dessa maneira, você inclui mais conteúdos que te favorecem, sem cair na cilada do excesso.

Cursos para complementar o currículo de programador

Ainda, uma das maneiras de tornar seu currículo ainda mais atrativo são os cursos técnicos ou profissionalizantes. Hoje, eles se tornaram uma tendência para um candidato que quer partir direto para o mercado, por serem focados na prática.

Algumas das maiores universidades do mundo, como Harvard, Stanford e Oxford possuem plataformas online onde é possível fazer um curso gratuito de programação. Assim, você só paga o certificado depois de concluir. Mas é necessário ter um bom domínio de inglês para acompanhar.

👉No Brasil, algumas instituições como o SENAI e SESI oferecem acesso a esse tipo de conteúdo em cursos como:

  • Linguagem de programação;
  • Lógica de programação;
  • Desenvolvimento de Sistemas;
  • Técnico em programação de jogos digitais;
  • Elaboração e leitura de cookies em C#.

Idiomas

Ao inserir os idiomas que tiver habilidade, não coloque competências que não possui. Não esqueça que você pode enfrentar uma entrevista em língua estrangeira, e os recrutadores te pegarem no pulo fará com que perca a vaga.

Por isso, mantenha a realidade em pauta e, se possível, baseie seu grau de conhecimentos em testes e certificados. Assim, coloque sempre o nível de fluência (escrita, compreensão e conversação) no conteúdo da seguinte maneira: 👇

  • Português: Nativo
  • Inglês: Fluente
  • Espanhol: Básico
  • Francês: Intermediário

Interesses

Esta parte do seu currículo é um adicional, para o caso de você não ter tanta experiência profissional. Porém, vale a mesma regra do restante: mantenha-se sempre em sua realidade, com foco no que a empresa espera de um profissional.

Por isso, pode incluir cursos, especializações, realizações pessoais e até pesquisas de qualidade relacionadas à sua expertise.

Dicas para enviar seu currículo de programador

Não existe uma regra específica para criar um currículo de desenvolvedor, e nem um conteúdo que você não possa otimizar ainda mais. Afinal, sempre dá para colocar ou remover um ponto ou outro, te deixando um pouco mais próximo da vaga dos sonhos:

Então, deixamos algumas dicas importantes para melhorar ainda mais o seu currículo:

  • Sempre faça uma boa revisão antes de enviar ou entregar;
  • Confira se a visão no currículo é adequada com sua competência e personalidade;
  • Mantenha o design sempre atual;
  • Atualize com novas capacitações sempre que houverem.

Resumo: escreva um currículo  de programador pronto

Ainda, para deixar mais simples a criação do seu currículo, deixamos um resumo para te lembrar do que inserir em cada parte dele, confira:

  • Cabeçalho: Nome, dados pessoais e contato
  • Apresentação: Resumo de qualificações e objetivo profissional
  • Experiência: Locais onde você já trabalhou, redes sociais gerenciadas
  • Educação: Grau de escolaridade, graduações, cursos técnicos e curriculares
  • Habilidades: Comportamentais e técnicas
  • Idiomas: Qual seu nível de habilidade em línguas estrangeiras
  • Certificados: Cursos, complementos e workshops
  • Voluntariados: ONGs e NPOs
  • Prêmios: Realizações, artigos publicados ou outros
  • Interesses: Hobbies e áreas pertinentes à área de candidatura

Ainda precisa de mais ajuda? Confira alguns modelos incríveis de currículos e facilite sua escrita de currículo clicando aqui neste artigo. Aproveite para ser o primeiro candidato a inovar na próxima entrevista, apenas usando seu navegador.

Complemente seu CV com uma carta de apresentação

Uma das opções de preferências em seu CV é a carta de apresentação. Através dela, é possível contar um pouco mais sobre você e suas capacidades. Assim, seu futuro empregador pode entender de forma mais ampla como pode ser vantajosa a contratação.

Porém, novamente precisamos te lembrar de deixar essas informações restritas à questão profissional. Para o seu perfil profissional, não é interessante inserir hobbies ou preferências que não tenham a ver com este cargo.

📌Dica: Ao criar sua carta de apresentação, mantenha em foco as informações que sejam pertinentes à vaga em específico. Escreva pensando em uma determinada oportunidade, e não faça textos padrão para todos os anúncios de emprego das empresas. Deixamos alguns exemplos de cartas de apresentação no site para ajudar os candidatos.

Perguntas mais frequentes

Mas se ainda quiser conhecer outras informações sobre como ser candidato a vagas para desenvolvedor, ainda podemos ajudar. Acerca desta questão, separamos algumas perguntas comuns de programadores que estão procurando serviços no mercado com ou sem experiência.

Qual o perfil do profissional de programação?

Além da experiência, existem outros atributos que tornam o perfil do profissional desenvolvedor mais chamativo nos currículos. Assim, o perfil precisa ser analítico, focado e com boa capacidade de resolução dos problemas que surgirem na rotina das empresas.

Como colocar linguagem de programação no currículo?

Quando sinalizar as linguagens de programação, não deixe de informar onde e como conseguiu essa habilidade. Como as graduações são generalistas, é importante manter o empregador atualizado quanto à fonte das competências do candidato a desenvolvedor.

Ainda, se precisar de auxílio na hora de criar seus currículos, dê uma olhada nos melhores modelos para currículo de programador. Aqui no site, temos algumas sugestões para guiá-lo e conseguir o salário dos sonhos.

escreva cv Programador

sem cv de experiência para programador Modelos de cv para programadores
download cv para programador cv com experiência para programador

Artigos similares