Currículo de jornalista | Como fazer, exemplos e dicas

O jornalista é o profissional que faz a investigação e análise de eventos. Eles podem ser esportivos, históricos, de entretenimento ou outros. O objetivo profissional é repassar as informações para a população de maneira acessível ao criar o conteúdo.

Classificação média para este modelo

5
Rated 5 out of 5
De 1 opiniões de clientes

Se você chegou até aqui procurando como fazer um currículo de jornalista, chegou ao post certo. Mas antes, é preciso também conhecer um pouco mais sobre essa incrível e desafiadora profissão.

Hoje, o salário depende muito do veículo de imprensa onde trabalha, com média de R$3.361,00. Segundo a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), são mais de 50 mil profissionais no país. Quer saber como se destacar? É só continuar por aqui que a gente mostra dicas para fazer seu currículo brilhar.

Exemplo de currículo de jornalista

Na hora de encontrar as melhores oportunidades da profissão, saber como deve ser o currículo de um jornalista é super importante. Montar as informações de maneira clara e objetiva, sem esquecer de fortalecer suas melhores qualidades e habilidades.

Apesar de não existir uma regra ou fórmula para a confecção de um bom currículo profissional, algumas características não saem de moda. Há o que se inserir para criar um bom documento, e com certeza informações a evitar.

Para ajudar um pouco mais, deixamos um exemplo de como deve ser feito o CV de um profissional da área. Deixamos um modelo para você se guiar e entender como organizar o seu agora mesmo:

Carolina Prates Fonseca
Jornalista
+55 (13) 99753-8265
carolpratesf@gmail.com
https://www.linkedin/in/carolinaprates

Resumo de qualificações
Jornalista com graduação pela USP, com 3 anos de experiência na redação da Gazeta do Atlântico, como redatora e editora-chefe. Especialização em Jornalismo Político e Investigativo, com excelente domínio de francês e espanhol. Ganhadora do prêmio Integração jornal Rede em 2020.

Experiência
Estagiária de redação – Correio do Sudeste
2014 – 2017

  • Auxílio com a montagem das pautas para os redatores;
  • Pesquisas e elaboração de briefing para a redação;
  • Gerenciamento das redes sociais e site oficial;
  • Organização e controle de documentos e correio;
  • Auxílio nas pesquisas investigativas das colunas;
  • Edição de vídeo para redes sociais;
  • Pauta do programa diário de notícias;
  • Login no e-mail corporativo para triagem de mensagens;

Redatora / Editora-chefe – Gazeta do Atlântico
2018 – 2021

  • Cobertura em eventos políticos;
  • Redação de colunas e editoriais;
  • Revisão e responsabilidade pelo setor de notícias;
  • Coordenação das pautas e publicações;
  • Gerenciamento das reuniões de conteúdo.

Educação
Graduação em Jornalismo  – Universidade de São Paulo (USP)
2013 – 2017

Ensino médio – Escola Universitas – São Paulo/RJ
2010 – 2013

Habilidades

  • Escrita impecável;
  • Inglês fluente (A1);
  • Redação e conhecimento ortográfico avançados;
  • Excelente comunicação oral;
  • Habilidade de pesquisa investigativa;
  • Capacitação em assessoria de imprensa;
  • Boa capacidade de relação coletiva;
  • Excelente aptidão para resolução de problemas;
Porém, é sempre fundamental inserir suas habilidades de acordo com a realidade e com o que realmente sabe fazer. Lembre que todas as informações que você coloca podem ser questionadas pelo recrutador durante a entrevista.

Ainda, perceba que no modelo não foram colocadas pretensão salarial ou renda. Essa é uma informação que você deve informar durante a conversa com o entrevistador, caso apareça o tópico. Se mantenha sempre com a atenção em alta na confecção e design do CV.

Modelo de currículo para jornalista júnior

Mas se você ainda não trabalhou na área, não precisa se desesperar. Isso porque sempre existe um início para toda carreira promissora. No caso dessa área, também é possível encontrar o primeiro emprego usando o CV.

Nesse sentido, as contratações normalmente acontecem na modalidade “júnior”, que são profissionais menos experientes, com salários de entrada. Porém, você pode conseguir crescer com planos de carreira e a experiência.

Há vários tipos e exemplos de currículo de jornalismo profissionais, no entanto, trazemos uma opção interessante abaixo para juniores:

Flávia Serrano
Jornalista
+55 (51) 9754-5655
flaserrano@gmail.com
https://www.linkedin/in/flaviaserrano

Resumo de qualificações
Profissional competente e comprometido com o bom andamento das rotinas laborais. Em trabalhos anteriores, executei funções e tarefas que demandam conhecimento da estrutura e funcionamento da profissão e ajudaram inclusive nas competências durante a graduação.

Procuro uma oportunidade de executar os conhecimentos e potencial adquiridos durante  a graduação. Sou um profissional dedicado e organizado, que pretende colaborar também para o crescimento da firma.

Experiência
Recepcionista – Grupo Andradas editoriais
2016 – 2017

  • Controle e confecção de arquivos e documentos;
  • Recepção do usuário e triagem de assuntos;
  • Atendimento telefônico;
  • Gerenciamento do sistema através do navegador;

Educação
Graduação em Jornalismo – Universidade de São Paulo (USP)
2013 – 2017 (3000 horas)

Trabalhos voluntários
Tedtalk – Empresa com vídeos de palestras
2017

Habilidades

  • Gestão de site corporativo na internet
  • Inglês avançado (A2);
  • Experiência com ferramentas Google;
  • Boa capacidade de resolução de problemas;
  • Experiência com trabalho sob pressão;
  • Comunicação oral e escrita impecáveis.

Ainda, esse tipo de configuração mais focada nas habilidades pode funcionar bem em criação de currículo jornalista estagiário. Aproveite para mostrar ao seu futuro empregador porque você seria uma excelente contratação para a empresa.

O que colocar em um currículo de jornalista

Pensando no rumo que o mercado de trabalho possui, e nas qualidades mais valorizadas em um candidato, é possível fazer previsões na hora de criar um currículo. Portanto, confira algumas opções de texto para colocar em seu CV:

  • Mantenha seu nome e o nome das instituições sempre em evidência;
  • Especializações e cursos livres na área;
  • Realizações dentro das competências jornalísticas;
  • Experiência profissional relacionada à área;
  • Competências adquiridas;
  • Prêmios e realizações;
  • Gestão de mídia e views obtidas;
  • Criações em mídia social e redes sociais;
  • Reportagem em televisão ou outros veículos;
  • Texto escrito com premiação ou reconhecimento.

Apresentação visual de seu CV

Como vimos nos currículos de jornalista, é fundamental combinar o design e o texto com as competências que você quer fortalecer. Além disso, não esqueça que a escrita do seu currículo precisa ser impecável, principalmente para quem quer trabalhar com redação.

Então, escolha modelos focados no estilo que as empresas procuram de um profissional, sem cair no excesso com um monte de dados avulsos. Você tem acesso ao anúncio da vaga, estude sobre as empresas, como costumam trabalhar e o que mais valorizam nos candidatos a funcionários.

⚠️Atenção: Não esqueça de consultar a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para ter acesso às regras de confecção do currículo. Veja como você pode inovar no design sem perder as principais formatações para criação desse documento.

Cabeçalho e informações de contato

Se você estiver pesquisando sobre currículos de jornalista e como fazer, a primeira parte importante são seu nome e contatos. Afinal, você com certeza quer que a empresa te encontre se tiver interesse em fazer uma entrevista.

Por isso, existe uma ordem de conteúdo e relevância na hora de redigir essas partes do CV. Então, confira qual a forma certa de incluir seus dados nos currículos:

Cabeçalho Recomendado
Carolina Prates Fonseca
Jornalista
+55 (13) 99753-8265
carolpratesf@gmail.com
https://www.linkedin/in/carolinaprates

Veja também como não montar o cabeçalho em um modelo de currículo para jornalista:

Cabeçalho Incorreto
Jornalista – assessoria de imprensa
Proteção de celebridades e gerenciamento de crise
Carolina Prates Fonseca
Rua das Travessias, N° 43
Divorciada, 31 anos
carolpratesf@gmail.com
Telefone (13) 99753-8265
https://www.linkedin/in/carolinaprates

Basicamente, em termos de contatos, isso é o mínimo que precisa ter nos currículos. Caso seja necessário de acordo com cada anúncio, você pode colocar mais conteúdos relevantes para que as empresas possam encontrá-lo em outras plataformas.

Insira suas experiências como jornalista

Para quem já conseguiu trabalho jornalístico antes e agora quer alçar novos voos, as experiências podem ser o seu grande diferencial. Porém, a carreira de comunicação é bem ampla, então alguns conceitos podem ser importantes nesse momento.

Afinal, você precisa selecionar as experiências de acordo com a oportunidade para a qual se candidatou. Quanto mais você mostrar que já domina determinado segmento, mais perto fica da contratação.

Descubra algumas dicas de informações para inserir que podem ajudar bastante com esta tarefa:

  • Entrevistas realizadas ou escritas;
  • Matérias em site com muitas visualizações;
  • Prêmios recebidos por trabalho de criação;
  • Acesso à editoriais feitos;
  • Portfólio com trabalhos escritos;
  • Modelos gráficos ou arte jornalística;
  • Fotos e capturas premiadas no âmbito jornalístico.

Mas se ainda não possui experiência na área

Se você ainda não conseguiu começar a trabalhar na sua carreira de formação, não tem problemas. Suas experiências anteriores podem te ajudar na hora de mostrar ao empregador que possui aptidão para ocupar o cargo para o qual está candidato.

Portanto, pense em todos os trabalhos anteriores, e como eles se relacionam com as oportunidades de jornalismo. É importante focar na comunicação oral e escrita e no bom relacionamento, tanto com as informações, quanto com pessoas.

Então, saiba como inserir suas habilidades técnicas em seu CV:👇

Exemplo Correto
Recepcionista – Firma X
2013 – 2014
  • Realizei o primeiro atendimento dos clientes no balcão e triagem
  • Redigi memorandos, documentos e outros pertinentes à rotina
  • Atendi e filtrei telefonemas, resolvendo as demandas dos clientes também por este canal
Aprenda também como não inserir suas realizações profissionais no currículo:
Exemplo Incorreto
Recepcionista – Meta Atendimentos
2013 – 2014
  • Atendimento
  • Redação de documentos
  • Telefonemas

Adicione suas habilidades e faça seu currículo brilhar

Principalmente para quem ainda não possui tanta experiência (ou nenhuma), as habilidades podem ser verdadeiras salvadoras. Afinal, você consegue mostrar seu perfil e indicar porque seria interessante para a organização tê-lo no seu quadro de funcionários.

Portanto, você pode dividir essa sessão em duas partes, com as habilidades comportamentais e as técnicas. Ou seja, o que você possui de qualidades pessoais e as capacitações que possui para executar determinado cargo.

👉Veja como você pode fazer essa divisão e alguns exemplos de qualidades valorizadas pelos recrutadores:

Habilidades comportamentais (soft skills)

  • Inteligência emocional;
  • Autogestão;
  • Iniciativa;
  • Proatividade;
  • Boa comunicação;
  • Colaboração;
  • Flexibilidade;
  • Bom trabalho sob pressão.

Habilidades técnicas (hard skills)

  • Escrita;
  • Línguas;
  • Graduação;
  • Especializações;
  • Cursos complementares;
  • Boa oratória;
  • Criatividade.

Resumo profissional no currículo de um jornalista

Assim como o objetivo no currículo, o resumo profissional também precisa ser bem sucinto. Não precisa contar todas as realizações que teve em sua carreira, se limite às mais importantes e relevantes.

Porém, um bom currículo de jornalista se adapta de acordo com as necessidades de cada vaga. Para exemplificar, se estiver se candidatando a uma oportunidade para jornalista esportivo, mantenha as experiências focadas nesse campo.

👉Confira uma forma de resumo correto profissional para uma vaga de jornalista político:

Exemplo Correto

Jornalista com graduação pela USP, com 3 anos de experiência na redação da Gazeta do Atlântico, como redatora e editora-chefe. Especialização em Jornalismo Político e Investigativo, com excelente domínio de francês e espanhol. Ganhadora do prêmio Integração jornal Rede em 2020.

Veja também como não inserir seu resumo profissional dentro do currículo jornalista exemplo:

Exemplo Incorreto
Profissional que está sempre ligada nas tendências do momento. Adoro colunas de fofoca, tenho experiência em acompanhar novidades sobre famosos e gostaria de escrever para editoriais sobre este tema. Tenho muitas view em meu blog www.fofocafamosostododia.com.br contando sobre a vida de celebridades.
🎁Dica extra: Não deixe sempre de conferir os anúncios de oportunidades de emprego antes de criar seu CV. Aproveite para adaptar modelo de currículo jornalista com as características e realizações que podem tornar o seu perfil mais atrativo.

Se precisar de mais dicas para outras áreas, não perca tempo. Aqui no blog ainda temos alguns tutoriais sobre como fazer um currículo para buscar emprego. Conquiste a oportunidade ideal com algumas dicas simples.

Seções adicionais

Por fim você pode adicionar mais algumas seções em seu modelo de currículo. Elas servem para contar um pouco mais sobre suas preferências. Porém, elas precisam ser muito bem pensadas para se alinharem com o restante do CV.

Normalmente, para um profissional do jornalismo, o mais importante é inserir seus hobbies, cursos e outros dados importantes para o exercício do trabalho. Acompanhe os próximos tópicos para ver algumas sugestões.

Cursos de complementação

Um jeito simples (e muitas vezes gratuito) de conseguir aumentar a visibilidade do seu CV são os cursos complementares. Eles existem para dar pequenas competências técnicas aos profissionais, que irão tornar o trabalho mais capacitado.

Algumas plataformas oferecem cursos gratuitos em Universidades no exterior. Porém, a maior parte deles é em outros idiomas. Se você ainda não tem essa fluência, não se preocupe, o Brasil também não fica de fora desses complementos.

👉Hoje, instituições de ensino público e privado, como as universidades, SESI e SENAI oferecem diferentes tipos de capacitação em áreas como:

  • Fotojornalismo;
  • Planejamento gráfico e visual;
  • Prática de apuração e pesquisa em jornalismo;
  • Jornalismo Digital e interatividade na Web

Além desses ainda existem vários mini cursos, extensão, cursos livres que podem ajudar mais sua carreira a decolar. As atribuições de um jornalista vão muito além de somente escrever, e quanto mais completo o conjunto, mais fácil ser um candidato cobiçado nas entrevistas.

Idiomas

Para um profissional do jornalismo, principalmente para quem procura a carreira investigativa ou política, as línguas estrangeiras são um diferencial importante. Por isso, nunca ponha línguas estrangeiras que você não domina em seu CV.

A seção de idioma deve ser inserida de acordo com as configurações corretas, assim: 👇

  • Português: Nativo
  • Inglês: Fluente
  • Espanhol: Intermediário
  • Francês: Básico

Muito cuidado com o nível que você informa também. Afinal, nunca se sabe quando um entrevistador vai solicitar conversação em outro idioma. Portanto, use a sinceridade e se possível, comprove seu grau de fluência com certificados ou testes.

Interesses

Os interesses também fazem parte das sessões adicionais, onde você pode contar um pouco mais sobre suas preferências Porém, não esqueça que você está criando um documento para ofertas de trabalho, ele precisa ter relevância e certa formalidade.

Então, escolha hobbies ou outro conteúdo que esteja alinhado com a oportunidade de emprego em vista. Qualquer coisa que possa ajudar você a se destacar dos outros candidatos para o tipo de profissional que os recrutadores procuram.

Dicas para otimizar seu currículo de jornalista

Por fim, mesmo que não exista uma fórmula mágica para deixar seu curriculum vitae incrível, ainda podemos te dar mais dicas currículo jornalista. Isso porque existem padrões que os recrutadores buscam em profissionais.

Assim, mesmo a organização dos dados em seu CV pode informar bastante sobre seu perfil como pessoa. Por isso, não deixe de conferir mais alguns pontos importantes para considerar quando for começar a redigir:

  • Capriche na escrita, que é uma habilidade importante para jornalistas;
  • Otimize as informações em apenas uma página;
  • Crie um design atrativo sem perder a formalidade;
  • Cuidado com a linguagem muito formal ou muito informal;
  • Escolha informações relevantes;
  • Personalize seu CV de acordo com cada vaga de emprego;
  • Evite inserir imagens ou fotos suas.

Dessa forma, você otimiza e mantém somente o que vai chamar a atenção dos recrutadores. Se precisar de ideias para começar, existem assistentes de criação e modelos que podem te ajudar com o pontapé inicial.

Resumo: passo a passo para aprender como fazer currículo de jornalista

Agora que você já sabe como fazer curriculo jornalista, hora de botar a mão na massa. Para isso, é bom relembrar um pouco cada etapa do seu CV. Então, deixamos um resumo simplificado, para não esquecer nenhum item:

  • Cabeçalho: Identificação e contatos profissionais
  • Apresentação: Resumo das suas qualificações e seu objetivo profissional
  • Experiência: Outras posições relevantes em que trabalhou
  • Educação: Nível de escolaridade, formação e especializações relevantes para a área
  • Habilidades: soft skills (comportamentais) e hard skills (técnicas)
  • Idiomas: Grau de proficiência em idiomas
  • Certificados: Cursos realizados e outras adições à sua qualificação
  • Voluntariados: ONGs e NPOs
  • Prêmios: Entrevistas, Programa de TV, matérias com mais visualizações e outros méritos
  • Interesses: Preferências, hobbies e outras informações relevantes

Mas se mesmo assim você ainda quiser um bom design e modelo de currículo de jornalista, não perca tempo. Aproveite e faça uma personalização, clique aqui para ver todos que deixamos disponíveis no site e deixe sua carreira decolar ao conseguir o emprego dos sonhos.

Complemente seu CV com uma carta de apresentação

Outro ponto opcional em seu currículo jornalista esportivo ou para mais áreas profissionais é a carta de apresentação. É através dela que você pode mostrar outras informações além das habilidades e competências de serviços.

Contudo, é bom deixar apenas dados que sejam relevantes para a vaga que você quer preencher. Nada de contar histórias da sua vida, que deixarão o CV enrolado e te afastarão do emprego com o qual sonha.

📌Dica: Cada redação ou área profissional possui exigências específicas. Por isso, a melhor sugestão é criar cartas de apresentação de acordo com os cargos para os quais você se candidatar. Dessa maneira, pode alinhar suas informações com o que o recrutador espera para o emprego.

Perguntas mais frequentes

E se você ainda tiver mais dúvidas sobre como criar um currículo jornalista assessor ou de outra especialidade, siga conosco. Afinal, separamos algumas perguntas frequentes de profissionais que estão em busca do CV perfeito para candidatos a vagas de jornalismo.

Como fazer currículo de estudante de jornalismo?

Se você precisa montar seu currículo para jornalista estudante, ou para vaga de estágio é bom focar bastante na graduação. Todas as duas realizações dentro da faculdade e habilidades pessoais podem ajudar na hora de se destacar. Aproveite e descreva todas de forma completa.

O que colocar no objetivo do currículo de um jornalista?

Na questão do objetivo em um currículo de jornalista, você pode preencher com a área que pretende ocupar dentro da organização. Além disso, pode inserir também as metas profissionais que deseja alcançar. Mas seja breve, este item não deve passar de três linhas.

Para fazer a criação do seu CV de maneira prática, confira os melhores modelos de currículo para jornalista em nossa página e escolha seu favorito para começar a montar o seu CV e entrar no mercado de trabalho.

nenhuma experiência cv para jornalista modelos de cv jornalista
escrever cv jornalista cv com experiência para jornalista

Artigos similares